Desporto

Comunicado do PSD SBA: Apoio à equipa de Futsal Feminino “Machadinhas”

Equipa de Futsal Feminino “Machadinhas”

Em 2017 a Câmara Municipal de São Brás de Alportel decidiu apenas devolver 5% do valor retirado em 2011 aos apoios concedidos às várias Associações , Clubes e Entidades Sambrasenses, ou seja, apenas recuperam 5% dos 25% que lhes foi retirado em 2011 pelo executivo socialista do qual o atual presidente era vice-presidente. O PSD/SBA sempre tem defendido e continuará a defender a reposição total dos 25% de apoios retirados em 2011 pelo executivo do PS e assume publicamente que o irá fazer quando assumir os destinos da autarquia.

Face às dificuldades pelas quais algumas Associações, Clubes e Entidades Sambrasenses passam os vereadores eleitos do PSD/SBA apresentaram por escrito uma proposta no sentido que fosse consagrada a gratuitidade do transporte disponibilizado pela autarquia, sendo essa gratuitidade aprovada em reunião de câmara. Entende o PSD de São Brás de Alportel que, pelo desempenho que todas as associações demonstram e pela mais-valia que assumem na defesa e representação do concelho, o PSD está e estará sempre ao lado das mesmas, pois têm um papel fundamental na elevação do Concelho assim como na disponibilização de condições para a prática das mais diversas atividades contribuindo desta forma para a inclusão desportiva e sociocultural de toda a população.

Neste sentido e depois do pedido, apresentado à autarquia pelo GDC dos Machados, para o “Apoio à Equipa de Futsal Feminino para a Participação na Taça Nacional de Futsal Seniores Femininos” para a viagem, estadia e alimentação na sua deslocação a Ponta Delgada, Açores, onde foram representar o Algarve e São Brás de Alportel, não ter sido aprovado na sua totalidade, não pode o PSD/SBA ficar calado perante esta injustiça.

Decidiu o executivo liderado pelo presidente Vítor Guerreiro e restante executivo do PS de apenas disponibilizar a verba de 800€ ao GDC dos Machados para fazer face aos custos com a deslocação da sua equipa, sendo que o valor do apoio solicitado pelo clube foi de 1186,70€, totalmente esclarecido e justificado pelo clube para que despesas seriam (todas relativamente a esta viagem).

Pode-se mesmo considerar este tratamento discriminatório face a outros clubes do concelho que recebem a totalidade dos apoios solicitados, que a Câmara Municipal de São Brás de Alportel e o senhor presidente Vítor Guerreiro tenham negado um apoio de 386,70€, quando é conhecido o esbanjamento que a autarquia faz em festas, festinhas e festarolas que nada contribuem para o futuro e reconhecimento do concelho.

Com esta atitude o senhor presidente Vítor Guerreiro e o restante executivo socialista mostram uma completa desconsideração e falta de apoio ao trabalho realizado GDC dos Machados cujos resultados têm sido excecionais e têm contribuído de forma inequívoca para a afirmação desportiva do nosso concelho na região. Não sendo por isso de todo compreensível que sendo o GDC dos Machados o representante algarvio na Taça Nacional de Futsal Feminino, e sendo um clube do nosso concelho, que a autarquia não disponibilize todo e qualquer apoio que este clube necessite no sentido de proporcionar as melhores condições possíveis para representar a nossa região e, mais do que isso, São Brás de Alportel.

Neste sentido o PSD de São Brás de Alportel não podia ter outra posição que não fosse deixar bem claro e vincado o seu descontentamento perante esta atitude do executivo PS liderado pelo presidente Vítor Guerreiro, que demonstra desta forma uma insensibilidade pelo trabalho e mais-valia que representa para o nosso concelho a afirmação do GDC dos Machados e restantes Clubes e Associações do concelho na região e no País.

Infelizmente mais um péssimo exemplo que para este executivo São Brás de Alportel não está primeiro.

A Comissão Politica de Secção do Partido Social Democrata de São Brás de Alportel