Quarteira

QUARTEIRA | André Costa campeão nacional de GMC disputa hoje a final mundial no Qatar

Tem lugar hoje, dia 12 de abril, a grande final internacional do GMC – Global Management Challenge que, este ano, acontece em Doha, no Qatar. Portugal está representado por uma equipa de 5 jovens estudantes universitários – entre os quais o quarteirense André Costa – que vai em busca de um título que não é conquistado pelo país há quase 20 anos. A equipa portuguesa ficou em 8.º lugar nas meias-finais e disputará a final de hoje.

André Costa é filho de José Costa e Dora Guia, que manifestaram ao PlanetAlgarve o seu orgulho pela prestação do seu filho na equipa que venceu a fase nacional e por representar Portugal na final mundial.

André Costa integra a equipa nacional que se sagrou campeã nacional ao obter o 1.° lugar na final nacional do Global Management Challenge Portugal, a maior competição de gestão e estratégia do mundo.

São 23 os países que disputam o evento e lutar pelo título de campeão mundial do Global Management Challenge 2016. A equipa nacional ambiciona ficar nos primeiros oito lugares.

Os portugueses lutam pelo título juntamente com mais 22 países oriundos dos quatro cantos do mundo. Rússia, Brasil e China alguns dos concorrentes mais fortes que a equipa lusa vai ter de enfrentar em Doha. Só a Rússia já venceu cinco vezes, três delas nas últimas três edições. A China soma cinco vitórias internacionais e o Brasil tem vindo a subir na tabela classificativa.

Para além dos países já referidos, Portugal irá lutar pelo título juntamente com Angola, Cabo Verde, Qatar, Emirados Árabes Unidos, Eslováquia, Espanha, Estónia, França, Grécia, Hong Kong, Índia, Kuwait, Macau, Marrocos, Polónia, Quénia, República Checa, Senegal e México.

O líder da equipa nacional é Luís Valente, da área de Engenharia Eletrotécnica, bem como os seus colegas André Costa (Quarteira), João Barbosa e Rafael Pisco. Já o quinto elemento, Maria Portero, é de Medicina.

Quando se inscreveram na edição de 2016, estavam ainda a estudar mas três elementos têm atualmente uma ligação profissional à IT Sector, a empresa que apoiou a sua inscrição neste desafio de estratégia e gestão.

Só no ano passado, o Global Management Challenge atingiu as 425 equipas inscritas e mais de 70% dos participantes competiram pela primeira vez.

Entre maio e novembro de 2016, a 37.ª edição do Global Management Challenge contou com a participação de 1687 pessoas, das quais 68,1% eram estudantes universitários e 31,9% quadros de empresas que se repartiram por 425 equipas.

Mais de 70 empresas das mais variadas áreas apoiaram a inscrição de equipas. E a competição teve o patrocínio da Accenture Portugal, EDP, Staples Portugal, Intrum Justitia, Essilor Portugal, Millennium bcp, Soares da Costa, REN, Infraestruturas de Portugal e o apoio da TAP Portugal, IAPMEI, IEFP, SIC, Lusitânia Seguros e IT Sector. Feitas as contas estiveram mais de 80 empresas e multinacionais envolvidas nesta iniciativa de estratégia e gestão durante o ano passado.

Das 1687 pessoas envolvidas, 1149 eram estudantes das mais prestigiadas instituições de ensino superior nacionais e 538 quadros. Houve ainda um predomínio de participação masculina que foi de 1142 em detrimento da feminina que totalizou apenas 545 do total.

Quanto às idades, a maioria dos participantes tinha entre 21 e 23 anos (28,28%) e 18 e 20 anos (26,85%). No entanto destaca-se a faixa etária dos 36 aos 41 anos (8,24%) e de mais de 47 anos (4,33%) a provar que esta competição não é apenas para os mais jovens.

No que respeita à área de formação, a gestão foi a mais representada com 35,21%, seguida da engenharia com 31,42% e de outras áreas com 13,28%.

A provar que esta é uma iniciativa que se renova anualmente, 71,98% dos participantes estrearam-se em 2016.

Para a edição de 2017, a organização da competição ambiciona atingir ou mesmo ultrapassar as 425 equipas da 37.ª edição.

Categorias:Quarteira