Quarteira

Desfile de Santo António da Marcha da Rua Gago Coutinho

MARCHA DA RUA GAGO COUTINHO – “AS NOIVAS DE SANTO ANTÓNIO”

Uma das marchas pioneiras, desfilando pela primeira vez em 1993, nasceu da vontade de Felisbela Rilhó e Bernardette Matos. Estas idealizaram e executaram os figurinos e também ensaiaram os marchantes.

Um dos desfiles mais marcantes foi em 2013, com a marcha «Piratas em Quarteira», evocando o século XV, época em que o temível pirata quarteirense Álvaro Fernandes Polando assolou os mares algarvios. Esta marcha desfilou com 50 elementos em 2015.

Este ano de 2017, a Marcha da Rua Gago Coutinho vem, com todo o orgulho, apresentar a sua marcha que começou em 1989, fazendo este ano 25 anos. Este tema é uma forma de homenagear os santos, que dão motivos para as festas dos santos populares.

Santo António para ver as moças

fez um caminho de prata

mas se as moças lá não vão

Santo António todo se mata

Ficha Técnica:

Composição da Marcha: 53 elementos

Organização: Bernardette Matos, Belinha Rilhó e Alexandre Afonso

Porta-Bandeira: Raquel Palma

Padrinhos: Xavier Anastácio e Tânia Martins

Figurinistas: Cláudia Matos

Criação e Confeção dos trajes: Felisbela Rilhó, Dona Pedrina e Olívia

Letra e Adaptação da Música: Alexandre Afonso

Coreógrafo e Ensaiador: Cláudio Alegre

Construção dos Arcos: Câmara Municipal de Loulé

Arranjos, Orquestração e Produção Musical: Nuno Balbino

Intérprete: Alexandre Afonso

Categorias:Quarteira