Desporto

França vence Europeu de Golfe Adaptado na Quinta do Lago

1.º Campeonato da Europa por Equipas de Golfe Adaptado | 11 países estiveram no Algarve para uma edição histórica por ter sido a primeira sob a égide da Associação Europeia de Golfe e Portugal pode orgulhar-se de ter sido escolhido para país anfitrião

A França ganhou no sábado, dia 1 de julho, o 1.º Campeonato da Europa por Equipas de Golfe Adaptado que a Associação Europeia de Golfe (EGA) organizou em colaboração com a Federação Portuguesa de Golfe (FPG) no percurso Sul da Quinta do Lago, no Algarve.

Enquanto isso, a Dinamarca dominou a Taça das Nações, uma competição que decorreu em paralelo, ao liderar a prova do início ao fim.

A França tinha comandado o Europeu no final do primeiro dia, mas depois perdeu a liderança para Inglaterra, mas hoje, no dia dedicado aos singles (resultados individuais), a superioridade dos seus jogadores voltou ao de cima.

O país que entra para a história como o primeiro campeão europeu de golfe adaptado totalizou 551 pancadas, 47 acima do Par, depois de jornadas de 164 (em pares foursomes), 160 (em pares greensomes) e 227 (singles).

A medalha de prata foi para Espanha, com o mesmo resultado de França, de 551 (+47), mas com pior exibição nos singles (165+155+231). Já Inglaterra teve de contentar-se com o bronze, com 558 (165+152+241), +54.

O Europeu por Equipas atraiu 32 jogadores com handicap máximo de 18,4 em representação de nove países e joga-se em stroke play gross.

A grande figura foi o francês Charles Henri Quélin, pois foi sempre ele a garantir o melhor resultado de cada dia para França: 77 pancadas, 5 acima do Par, nos foursomes ao lado de Philippe Pee; 78 pancadas, 6 acima do Par, nos greensomes em que emparceirou com Pierjean Frison; e hoje com uma soberba volta em que igualou o Par-72 do famoso South Course da Quinta do Lago, que por oito vezes acolheu o Open de Portugal do European Tour.

Para se ter uma noção mais exata da importância da participação de Charles Henri Quélin vale a pena reforçar que a França só ganhou à Espanha pelo sistema de desempate e o melhor francês conseguiu hoje a única volta do torneio que não foi jogada acima do Par do campo algarvio.

Nos singles do tudo ou nada, o segundo melhor resultado foram as 75 pancadas do espanhol Antonio Llerena e do inglês Duncan Hamilton Martin. Ou seja, só hoje, Charles Henri Quélin fez a França ganhar 3 pancadas em relação aos seus rivais mais diretos.

Na outra competição que decorreu em simultâneo no Algarve, a Taça das Nações, a Dinamarca esteve na frente desde o primeiro dia e em todas as jornadas foi dilatando a sua superioridade: apenas 1 ponto após os foursomes, 5 pontos depois dos greensomes, para fixar-se por 10 pontos uma vez concluídos os singles.

A Dinamarca totalizou 232 pontos, com jornadas de 64, 69 e 99, seguida uma vez mais da Espanha com 222 (63+65+94) e da Holanda com 217 (62+61+94).

A Taça das Nações conta com 26 jogadores com handicap máximo de 36, em representação de oito países e joga-se em stableford net.

O melhor resultado dos singles de hoje foi do dinamarquês Niels Bloch com 39 pontos, seguido dos 35 pontos do seu compatriota Jon Johanneson, do capitão checo Jakub Kovarik e do italiano Pietro Andrini.

O Campeonato da Europa de Golfe Adaptado teve como diretor de torneio o português João Coutinho, também diretor-técnico nacional da FPG e marcou um nível organizativo elevado que a EGA quererá agora replicar em futuras edições da prova.

Os países representados foram França, Dinamarca, Espanha, Holanda, República Checa, Inglaterra, Finlândia, Israel, Itália, Suécia e Alemanha.

O Campeonato da Europa por Equipas para Golfe Adaptado, organizado pela EGA e pela FPG na Quinta do Lago, foi apoiado também pelo R&A, Turismo do Algarve, Rolex e Investec.

Resultados Finais do Europeu

Categorias:Desporto, Loulé