Quarteira

Inframoura continua a apostar na mobilidade em Vilamoura

A Inframoura tem vindo a investir em projetos que visam a melhoria das condições de mobilidade dos utentes do espaço público.

Nesse sentido, está a ser implementado um projeto, em várias fases, que alia a tecnologia à gestão do espaço público.

Uma das componentes do projeto consiste na instalação de um sistema semafórico inteligente na avenida João Meireles, junto ao entroncamento com a avenida da Praia da Falésia que irá permitir uma retenção do trânsito antes da zona mais central de Vilamoura. A diminuição das velocidades praticadas e a promoção de cadências na chegada ao centro, onde se verificam os maiores constrangimentos, irá contribuir para algum descongestionamento no acesso a essa área.

Simultaneamente está a ser implantado um equipamento de controle de acessos na interseção da avenida Tivoli com a avenida da Marina constituído por um pilarete retrátil que irá permitir uma gestão inteligente dos acessos, através do reconhecimento de matrículas, previamente autorizadas, como é o caso de serviços públicos e de emergência.

Este equipamento visa mitigar o problema gerado pela contínua e repetida circulação (efeito de rotunda) na avenida da Marina e avenida Tivoli (anel dos hotéis) na época alta do turismo, das 19h às 2h. Desta forma pretende-se contribuir para a diminuição de filas de trânsito nestas avenidas e na rua do Sol. O equipamento, instalado de forma integrada com o sistema informático de gestão de tráfego “smartguard”, deverá representar uma melhoria no acesso ao centro de Vilamoura.

Na opinião da Presidente da Inframoura, Fátima Catarina, “perspetiva-se, para breve, uma grande afluência a Vilamoura. Qualquer medida que vise prevenir o transtorno do trânsito, é positiva. Temos consciência de que isso não vai chegar para resolver o problema, mas irá, certamente, contribuir”.

Já anteriormente, a Inframoura implementou a requalificação do sistema semafórico na interseção da Estrada de Quarteira com a avenida Carlos Mota Pinto, bem como uma passadeira inteligente no atravessamento da Estrada de Quarteira junto à Escola EB 23 D. Dinis. Esta requalificação consistiu na melhoria do sistema de detetores de tráfego e de peões, através da introdução de tecnologia inovadora com capacidade de gestão remota.

Outras fases do projeto encontram-se em estudo.

Todas estas soluções tecnológicas visam uma gestão integrada do espaço público, aproximando Vilamoura de uma verdadeira abordagem “smart city”.

Categorias:Quarteira, Turismo