Quarteira

Quarteira chorou de tanto rir com a peça “Karl Valentin Kabarett”, encenada por Ricardo Neves-Neves

“Karl Valentin Kabarett”, a nova produção do Teatro do Elétrico, é um espetáculo que mostra o “constante complexo de inferioridade” das personagens de Karl Valentim, mas também “a alegria dos atores em cena”, como o encenador Ricardo Neves-Neves define a peça que, ontem à noite, esteve em cena na Praça do Mar, em Quarteira, cidade natal do encenador.

Uma super produção que constituiu mais um momento raro em termos de espetáculos de elevada qualidade na cidade, cujo expoente máximo terá sido, porventura, a peça “A Freguesia“, do mesmo encenador, produzida para encerrar o Centenário da Freguesia de Quarteira, a 13 de maio passado e que estará novamente em cena no mesmo palco da Praça do Mar na próxima sexta-feira, 4 de agosto. Quem não viu, não perca esta oportunidade única, pois trata-se de uma produção absolutamente imperdível e que diz muito ao imaginário dos quarteirenses.

Na peça de ontem, destacamos o desconcertante sketch da Liga das Mulheres Amigas dos Gatos, levando o público às lágrimas de tanto rir. Quiçá o momento mais hilariante na história centenária da cidade.

Apesar de as figuras de Karl Valentin viverem sempre “numa constante inferioridade em relação ao mundo” e rirem mesmo sem serem alegres, o encenador quis trabalhar com os atores a “alegria de estar em cena” o brilho que se lhes lê “nos olhos, mais do que a alegria dos textos”, disse o próprio à agência Lusa.

A peça foi elaborada a partir dos textos traduzidos por Almeida Faria, Jorge Silva Melo, Luíza Neto Jorge e Maria Adélia Silva Melo, a partir dos quais o encenador fez uma seleção dos que gostava mais e daqueles com que os atores mais se identificavam.

Aos textos, Ricardo Neves-Neves juntou canções de repertório popular alemão de finais do século XIX/início do XX, por considerar que cantar nesta língua “causa algumas cócegas ao espetáculo”.

A peça do autor nascido em Munique (1882/1948) que só na década de 1970 viria a ser redescoberto e considerado um dos maiores autores cómicos de sempre.

Textos KARL VALENTIN

Tradutores ALMEIDA FARIA, JORGE SILVA MELO, LUÍZA NETO JORGE, MARIA ADÉLIA SILVA MELO

Encenação RICARDO NEVES-NEVES

Assistência de encenação RAFAEL GOMES

Elenco ELSA GALVÃO, FERNANDO GOMES, JOANA CAMPELO, JOSÉ LEITE, MÁRCIA CARDOSO, RAFAEL GOMES, RITA CRUZ, SÍLVIA FIGUEIREDO, TADEU FAUSTINO, TÂNIA ALVES e VÍTOR OLIVEIRA

Direção musical RITA NUNES

Apoio Vocal JOÃO HENRIQUES

Orquestra FRANCISCO ANDRADE (Saxofone tenor), IVO RODRIGUES (Trompete), JOSÉ ALMEIDA (Baixo), JOSÉ MASSARRÃO (Saxofone alto), MARCOS LÁZARO (Violino), RITA NUNES (Saxofone alto e Barítono), RUI PEREIRA (Bateria), SIMON WADSWORTH (Piano), TOMÁS PIMENTEL (Trompete), XAVIER RIBEIRO (Trombone)

Cantor TIAGO AMADO GOMES

Sonoplastia SÉRGIO DELGADO

Coreografia TIAGO CARETO

Figurinos RAFAELA MAPRIL

Assistência de Figurinos ANA SABINO

Costureira CLÁUDIA MONTEIRO

Adereços PESSOA JR.

Luz ELDUPLO

Fotografias ALÍPIO PADILHA

Categorias:Quarteira