Albufeira

ALBUFEIRA | Candidatura do PSD não quer ver Ferreiras como dormitório

Investir em Ferreiras para que esta Freguesia ganhe uma importância central no contexto de Albufeira e do Algarve. Este é o objetivo da candidatura do PSD à Câmara Municipal, Junta de Freguesia e Assembleia Municipal. Os traços gerais da candidatura, assim como as respetivas equipas foram apresentados em Sessão Aberta. As intervenções agendadas são muito significativas e prometem mudar a face desta freguesia.

Pólo de Formação do IEFP, Centro Social em Fontainhas – em parceria com a Nuclegarve – Cemitério, Requalificação da Frente Norte do Estádio da Nora – projeto vencedor do último Orçamento Participativo – Biblioteca e requalificação da Pista de Fontainhas, recuperação de diversas estradas e caminhos, reforço da limpeza e da sinalética. Estas foram as obras apresentadas por Carlos Silva e Sousa no Fórum Autárquico de Ferreiras que se realizou na passada 3ª feira, na sede da ASCRATIA. “São compromisso já assumidos e que irão para o terreno muito em breve, porque consideramos que podem contribuir para aquilo que pretendemos para esta Freguesia que é criarmos aqui uma nova centralidade e acompanharmos com investimento público o seu crescimento”. Refira-se que Ferreiras tem já mais de 8 mil habitantes, sendo a segunda freguesia mais populosa do concelho.

Antes, o Mandatário de Campanha, Desidério Silva, recordou alguns dos investimentos realizados pelo PSD nesta Freguesia, e sublinhou a “grande equipa liderada pelo Colaço que tem todas as condições para liderar com sucesso esta freguesia, assim como as nossas equipas na Câmara e na Assembleia”. Para Desidério Silva “é preciso distinguir entre quem tem um discurso sério e aposta na competência, e quem não tem preparação para os cargos e passa a vida a vender ilusões”.

Carlos Silva e Sousa explicou ainda aquilo que são “os objetivos com que nos comprometemos para esta freguesia e nos quais estamos a trabalhar em termos de aquisição de terrenos e de lançamento de projetos. Nesse contexto, destacou “a possibilidade de aqui instalarmos o novo Quartel dos Bombeiros Voluntários de Albufeira, como complemento ao já existente na cidade, a criação de um Parque Urbano junto ao Estádio da Nora que inclua um Pavilhão Desportivo, assim como zonas de lazer e recreação, parque infantil e parque para animais”.

O candidato que cumpre o seu primeiro mandato à frente dos destinos da autarquia, revelou aquele que deve ser o desígnio e a ambição de Ferreiras: “queremos elevar Ferreiras a Vila, sabemos que é uma aspiração antiga das populações, mas é preciso investirmos em equipamentos públicos para que as infraestruturas sustentem essa ambição”.

Carlos Silva e Sousa separou aquilo que são projetos já em vias de serem concretizados daquilo que são objetivos que esta candidatura pretende alcançar e lançou o desafio de criar em Ferreiras um grande polo destinado ao Turismo Desportivo, tendo reforçado que “devemos ter a ambição de fazer de Ferreiras uma freguesia de referência, as suas populações merecem esses esforço e juntos vamos conseguir implementar estes projetos, em parceria com uma equipa ambiciosa que na Junta de Freguesia, seja parceira desta ambição”.

Silva e Sousa destacou ainda os investimentos da autarquia que “em estradas e caminhos e iluminação pública, nesta freguesia ronda um milhão e meio de euros; sabemos que há muito caminho para pavimentar e vias de comunicação para melhorar mas não conseguimos fazer tudo ao mesmo tempo, por isso peço a vossa confiança porque temos a vontade política e a capacidade de investimento para acudirmos a estas questões”, concluiu.

Estava dado o mote para a apresentação de António Colaço, empresário e dirigente desportivo que se lança numa candidatura “por acreditar que este é o momento de aproveitarmos as oportunidades, de arregaçarmos as mangas e de criarmos as condições para que Ferreiras dê um salto qualitativo não só em termos sociais, mas também em termos territoriais”.

O candidato lançou alguns desafios para o futuro, centrando a sua intervenção na posição geográfica de Ferreiras que constitui uma mais-valia inegável no contexto do Concelho e da Região. António Colaço lançou a ambição de “criarmos no nosso território um Polo Empresarial capaz de aglutinar empresas que aqui possam ficar, sustentado a atividade económica existente”. Para António Colaço “esta deve ser uma ambição da freguesia que pode complementar os investimentos já referidos.”

Antes de apresentar a sua equipa, António Colaço destacou ainda algumas intervenções que devem ser equacionadas em termos de Programa Eleitoral. A necessidade de Requalificação da frente da Igreja – que permita a ligação com a Escola de Ferreiras, melhorando a circulação e segurança rodoviária e acrescente dignidade a esta zona; a Requalificação do Mercado, um objetivo de há vários anos; o Reforço da linha de Giro, nomeadamente levando até à Malhada Velha, permitindo uma paragem o mais próximo possível do polo escolar; o reforço dos Ecopontos e da Limpeza Urbana, com investimento em campanhas de Sensibilização Ambiental e a requalificação de diversas vias de comunicação e caminhos rurais; o investimento na limpeza da freguesia e em águas e saneamento necessários para completar a rede existente” foram alguns objetivos lançados.

“Acreditamos que, com estes equipamentos, com o apoio inequívoco aos cidadãos e forças vivas desta Freguesia, Ferreiras terá condições para cumprir a aspiração das suas populações que é a de se propor ser elevada à categoria de Vila”, concluiu.

Para Paulo Freitas, atual Presidente da Assembleia Municipal e candidato a novo mandato “é fundamental que estas equipas partilhem da mesma visão, que se identifiquem uns com os outros e com as necessidades e potencialidades da autarquia, e nesta equipa onde podemos ver o anterior candidato a Ferreiras, Paulo Brito, o anterior Presidente da Junta de Ferreiras, Jorge Vicente, e tanta gente de valor que se constituiu de uma forma simples em prol deste projeto, podemos atestar que os compromisso aqui assumidos têm todas as condições para serem implementados com sucesso, a bem das populações”.

No período de debate foram colocadas questões pertinentes relativamente à gestão da freguesia que os candidatos tomaram nota no sentido de tentarem a sua rápida resolução. Limpeza urbana, requalificação de algumas vias de comunicação, o Plano de Drenagem de Albufeira ou a questão da metadona estiveram cima da mesa, tendo merecido os devidos esclarecimentos relativamente à sua resolução.

Categorias:Albufeira