Algarve

Solverde Poker Season termina com show de portugueses

O poker foi muito praticado no Algarve no ano passado. Nos casinos e lugares especializados para esse desporto, a modalidade prosperou em popularidade e grandes eventos. O último grande no cenário português do ano aconteceu no início de dezembro, entre os dias 7 e 10, no Casino Espinho e contou com a vitória do português Rui Soares.

O Casino Espinho não fica no Algarve mas o Solverde Poker Season, evento que é considerado o principal circuito português do poker tem uma grande conexão com a região. Afinal, das 10 etapas disputadas desse evento neste ano, três delas aconteceram no turístico Algarve, com sedes em Monte Gordo, Vilamoura e Portimão. As outras etapas, além do Casino Espinho, foram realizadas em Chaves.

Para a realização do Main Event, Espinho consolidou-se mais uma vez como um lugar tradicional para o póquer português. A cidade é  há tempos casa de eventos desse desporto e, além do Solverde Poker Series, no passado sediou a Portugal Poker Series.

A vitória de Rui Soares foi especial para o jogador português que não havia conquistado nenhuma outra etapa do Solverde Poker Season neste ano. Para ficar com o prémio de € 32,5 mil, Soares deixou Pedro Faustino e Sérgio Veloso para trás, respetivamente.

“Estava bastante confiante, apesar de estar com menos fichas. Faustino é um grande amigo meu, muitos parabéns para ele. Mas foi um heads up perfeito para mim. Acho que joguei bem e fui feliz para conquistar esse troféu”, disse Soares em entrevista após o título.

A disputa para a conquista não foi nada fácil. Além de ganhar a Faustino, Soares teve que jogar contra jogadores de respeito no Main Event, como o equatoriano Rafael Ugarte [actual vencedor do ECT Poker Tour] e Veloso, que esteve na disputa para o Player of The Year Portugal 2017.

Para conquistar o Main Event, Soares teve que superar mais desafios, pois entrou na mesa final com apenas a sétima maior stack e, portanto, não estava entre os principais favoritos para levar o título para casa. Para definir o campeão, foram necessários quatro dias de prática e quase 77 horas de póquer no Casino Espinho.

No Main Event da etapa final, todos os 10 jogadores que participaram na mesa final ganharam pelo menos € 3 mil em prémios. No ranking final do Solverde Poker Season, em que os jogadores acumularam pontos ao longo de toda a época, Roberto Pires sagrou-se o grande campeão com 62 pontos e ganhou um troféu. Em segundo, esteve Paulo Carvalho com 59 pontos e Tiago Branco fechou a lista dos três primeiros com 56 pontos. Nenhum desses três estiveram na mesa final do Main Event.

“É o melhor torneio do ano, juntamente com o torneio do Estoril. Acho que qualquer um quer ganhar e tive a felicidade de conseguir”, completou Soares em entrevista.

Além de Soares, outro português destacou-se na etapa final do Solverde Poker Season. Hugo Vinagre ganhou o High Roller, que é um evento secundário que fez parte do Main Event do Casino Espinho.

Com a conquista no High Roller, Vinagre ganhou € 9,5 mil e superou Cesário Andrade e Manuel Borges, que ficaram em segundo e terceiro, respetivamente. “Quero dizer que foi um prestígio ganhar esse High Roller, pois jogaram jogadores que respeito e admiro. Quero dizer que o Cesário é um grande jogador”, afirmou Vinagre.

O encerramento de mais uma Solverde Poker Season marcou a 11.ª época disputada desse circuito português. Como uma referência do póquer nacional, as etapas no Algarve foram muito importantes para a realização do evento. Com o sucesso dos portugueses, tudo terminou com brilho no Casino Espinho.

Categories: Algarve, Desporto, Nacional

1 reply »