Lagos

Algarve Nature Week arrancou em Lagos

Atividades e propostas dão a conhecer até dia 22 de abril os recursos da região

Foram muitos os alunos dos 2.º e 3.º ciclos de Lagos que, integrados em grupos escolares, puderam experimentar as atividades oferecidas no Dia Aberto que inaugurou a 4.ª Algarve Nature Week. Um programa organizado pela Região de Turismo do Algarve, em parceria com a Direção-Geral dos Estabelecimentos Escolares (DGESTE)/Direção de Serviços do Algarve, a Câmara Municipal de Lagos, que teve início bem cedo na passada sexta-feira, dia 13 de abril, na Praça do Infante, local de concentração e partida para as várias propostas de natureza, desde as atividades mais radicais (como Escalada, Slide, Arborismo, Wakeboard e Wakeskate), passando pelo tiro ao arco, passeios de bicicleta e de barco, até às mais contemplativas, como a observação de pássaros ao longo da costa, disponibilizadas por empresas de animação turística que também se associaram ao evento.

O momento mais institucional do dia aconteceu pelas 17h30, antes da partida para a caminhada à Ponta da Piedade, com a presença dos representantes da Região de Turismo do Algarve, do Turismo de Portugal, da DGESTE e do Município.

Hugo Pereira, Vice-Presidente da Camara Municipal de Lagos, mostrou-se bastante satisfeito pela oportunidade de Lagos receber esta iniciativa, a qual permite afirmar que o Algarve não é só Sol e Praia e que tem muito potencial fora da época alta, solicitando ao Turismo do Algarve e ao Turismo de Portugal que, em prol do destino e da região, continuem a apostar no Turismo de Natureza.

Desidério Silva, Presidente da Região de Turismo do Algarve, lembrou ser esta a 4.ª edição da Algarve Nature Week, iniciativa que teve a sua primeira edição em Faro, passando depois por Tavira, Loulé e agora Lagos, mantendo o objetivo de, durante uma semana, colocar ao dispor de todos aquilo que o Algarve tem de melhor para oferecer, nesta área. Afirmou, ainda, que o que se pretende para o Algarve é um turismo sustentável, que permita operar mais do que os 3 ou 4 meses da época alta, e que gere movimento ao longo de todo o ano. Salientando os números muito animadores da procura no último ano, que atingiram mais de 17 milhares de dormidas, fez questão de sublinhar o aumento que se registou em época baixa, assim como o contributo que o Turismo de Natureza tem dado para este resultado, sendo uma das suas principais potencialidades. O responsável do Turismo na região destacou ainda o trabalho em rede e parceria constantes, pois só assim as coisas podem mudar e funcionar.

Ao Vice-Presidente do Turismo de Portugal, Filipe Silva, coube encerrar as intervenções, felicitando a Câmara Municipal de Lagos pelo acolhimento da iniciativa e a Região de Turismo pelo excelente trabalho de envolvimento e dinamização patente nesta 4.ª edição da Algarve Nature Week. Na sua intervenção lembrou que 21% do território português se situa em áreas protegidas e que, para além desse, existe muito mais associado ao Turismo de Natureza, para evidenciar a importância que o mesmo tem para os negócios e para a economia em termos gerais. Este responsável referiu ainda o Turismo de Natureza no âmbito da Estratégia Turismo 2027 – referencial estratégico para o Turismo em Portugal na próxima década e enquadrador do futuro quadro comunitário de apoio 2021-2027 – a qual pretende promover o desenvolvimento de novas propostas de valor e de novos segmentos, sendo que este evento concorre para tais objetivos, uma vez que também leva a que a população local olhe para o seu território e compreenda a importância de potenciar esses recursos, visando uma maior sustentabilidade do negócio ao longo de todo o ano.

Os lacobrigenses e turistas presentes tiveram depois a oportunidade de participar numa caminhada de 4,6 quilómetros até à Ponta da Piedade, um dos mais bonitos cenários para assistir ao pôr-do-sol no Algarve, recentemente objeto de uma intervenção municipal, no âmbito da qual foi criada uma rede de percursos pedonais que permite ao visitante desfrutar com conforto e em segurança a beleza única desta paisagem.

Citando a Região de Turismo do Algarve “até 22 de abril, as experiências ao ar livre estarão a preços convidativos e prometem levar «mil emoções» a quem as reservar. (…) As atividades disponíveis nesta edição podem ser consultadas e reservadas no sítio oficial do evento – www.algarvenatureweek.pt –, onde também se encontram unidades de alojamento para quem quiser uma estada completa no destino mais soalheiro da Europa. Cada hotel ou turismo em espaço rural parceiro da iniciativa apresenta também um programa ao ar livre para os hóspedes, permitindo-lhes assim pernoitar e fazer passeios organizados na natureza algarvia”.

Categories: Lagos