Quarteira

Dia 1 das Comemorações do Dia da Cidade de Quarteira com Arte, Música, Tasquinhas e RTP

As Comemorações do Dia da Cidade de Quarteira – 19.º aniversário de elevação a cidade – tiveram o seu início ontem com arte, música, tasquinhas e entrevistas da RTP.

Os Acoustic City e Isa de Brito são cabeças de cartaz nas comemorações do Dia da Cidade de Quarteira que decorrerão entre os dias 11 e 13 deste mês, com apresentação de Nelson Horta. O programa integra mais uma vez intérpretes e bandas locais na agenda de concertos, garantindo assim forte animação na Praça do Mar, onde decorrem também diversas atividades desportivas e culturais.

Promovido pela Junta de Freguesia de Quarteira, em parceria com a Câmara Municipal de Loulé, o programa comemorativo do 19.º aniversário da elevação de Quarteira a cidade começou ontem, dia 11, com a atuação de Sacik Brow & Fragas + Convidados, seguido pelos Perigo Público e pelos Acoustic City. O programa terminou com Deejay Raymond.

SACIK BROW

Sacik Brow é um dos mais dotados talentos gerados pela Cultura HipHop em Portugal. Iniciou a sua carreira em 2008 e, desde então, ganhou novos ouvintes com o seu som único e inovador, que fala em nome de uma minoria silenciosa, descrevendo uma metrópole em ruínas, em que os problemas sócio-económicos são cada vez mais preocupantes no nosso país.

Através da voz de Rosário Fragoso (Fragas), Quarteira torna-se o centro do R&B no Algarve. O seu som representa não só um crescimento sustentado nas várias experiências com artistas de renome, mas acima de tudo é uma musicalidade que vem da rua.

PERIGO PUBLICO

Nascido e criado em Quarteira, desde cedo que Élton Mota (Perigo Publico), se identificou e apaixonou pelas sonoridades suburbanas que chegavam do outro lado do oceano, oriundo de um ambiente onde o eco daquela mensagem encontrava um destino perfeito, criou o seu primeiro grupo de rap ainda durante a adolescência, numa fase em que o próprio movimento nacional começa a dar os seus primeiros passos sólidos, durante muitos anos fez parte do coletivo APC (autonomia para criar), grupo mítico do hip hop algarvio, mas foi a solo e nas rodas e batalhas de improviso, que ganhou respeito e notoriedade entre os seus pares e do público deste género musical, sendo ainda hoje considerado uma das maiores referencias nacionais.

Espectador atento, nómada, apaixonado pela música e pelo sentido das palavras, observador quotidiano, inconformista inveterado, audaz e incorrigível, que com a maturidade que a idade nos traz soube esculpir a fúria e a espontaneidade, transformando-as em reflexões com outra densidade e refinamento. O improviso inconsequente deu assim lugar a rima e prosa mais adulta, mais atenta, mas não menos acutilante, mordaz e por vezes politicamente incorrecta promete neste segundo projeto continuar a viagem pelas sonoridades urbanas que fazem parte do seu crescimento.

ACOUSTIC CITY

Acoustic City é o projeto formado por Alexandre Jesus e Rúben Santos. Em duo quarteirense toca o melhor do pop, rock, reggae e funk, desde clássicos dos anos 60 aos hits atuais.

Formam parte da banda portuguesa The Road com a qual têm vindo a atuar pelo país.

Uma referência também para a presença de uma equipa da RTP com a Rita Belinha a fazer entrevistas sobre o Festival da Eurovisão.

Por outro lado, à chegada do recinto, os visitantes são recebidos com a Exposição PIEF Quarteira 2018 – Nós não somos Artistas, pelos alunos do Agrupamento de Escolas Dr.ª Laura Ayres – Programa Integrado de Educação e Formação (PIEF), patente na Praça do Mar, no âmbito das Comemorações do Dia da Cidade Quarteira ’18.

O Programa Integrado de Educação e Formação (PIEF), a funcionar no Agrupamento de Escolas Dr.ª Laura Ayres, em Quarteira, promove a inclusão social de menores com idades compreendidas entre os 15 e os 18 anos, mediante a criação de respostas integradas.

O objetivo é prevenir e combater o abandono/insucesso escolar, favorecendo o cumprimento da escolaridade obrigatória e a certificação escolar /profissional de jovens que se encontram em risco de comprometer o seu adequado desenvolvimento como cidadãos ativos e dinâmicos. É ainda de salientar que a maior parte destes jovens são oriundos de um meio social desfavorecido.

No âmbito do trabalho desenvolvido pelo projeto PIEF, e dadas as caraterísticas específicas destes alunos, surgiu, de uma forma espontânea, o projeto intitulado “Nós não somos Artistas”, em que os trabalhos realizados são uma projeção pessoal de cada um, que dá lugar à transformação de materiais em ideias e das ideias em arte, abusando de matérias-primas inusitadas.

Hoje, dia 12, será a vez da fadista Isa de Brito encantar o público com a sua atuação ao vivo, a partir das 21h, depois de um dia bem preenchido por diversas atividades dedicadas aos mais novos. Primeiro, das 9h30 às 11h30 teve lugar a prova infantil ‘Vamos brincar ao Atletismo’, pelo Centro Desportivo de Quarteira e à tarde, entre as 17h e as 19h, os atletas do CB Quarteira Tubarões dinamizam um Torneio de Basket de Rua 3×3 e um Concurso de Lançamentos, dando cor e alegria a esta zona da marginal.

Ainda no dia 12, crianças e jovens do Grupo de Dança Arabesque, terão oportunidade de mostrar artes e talentos, durante atuação que animará o recinto às 20h.

No dia 13 o Centro Autárquico de Quarteira acolhe o ponto alto das comemorações oficiais do Dia da Cidade, que começam às 09h com a tradicional alvorada, seguida pelo hastear da bandeira com a participação dos Bombeiros Municipais de Loulé e da Banda Filarmónica Artistas de Minerva.

A cerimónia prosseguirá pelas 11h, no auditório do Centro Autárquico, onde será feita a entrega de prémios de reconhecimento ‘Mérito Escolar’ a alunos que frequentam os estabelecimentos de ensino de Quarteira e ‘Cidadão Mérito da Freguesia’, que este ano distinguem uma coletividade e uma instituição, nomeadamente o CDR Quarteirense e o Centro Paroquial de Quarteira.

No âmbito das comemorações decorrerá também, nos dias 12 e 13, a Regata Cidade de Quarteira, organizada pelo Clube Internacional da Marina de Vilamoura com o apoio da JF de Quarteira e da Câmara Municipal de Loulé. Aberta a barcos das classes Optimist, Laser e 420, a prova será disputada no campo de regatas de Quarteira.

Durante os dois primeiros dias das celebrações do Dia da Cidade de Quarteira, a gastronomia regional também está em destaque, com a abertura, a partir das 18h, de várias tasquinhas tradicionais que servirão deliciosas iguarias. A entrada nos festejos é gratuita.

Por: Jorge Matos Dias/PlanetAlgarve

Categories: Quarteira