Quarteira

Quarteira acolheu 1.ª Festa Junina no Algarve com a Quadrilha em destaque

A Praça do Mar, em Quarteira, acolheu na noite de ontem, 13 de junho (Dia de Santo António), a 1.ª Festa Junina no Algarve.

Este evento cultural brasileiro foi organizado pelo Projeto Loulé Sem Fronteiras – Fundação António Aleixo, em parceria com o  Conselho de Cidadãos do Consulado-Geral do Brasil em Faro, contando como o apoio da Câmara Municipal de Loulé, representada pelo vereador Carlos Carmo e da Junta de Freguesia de Quarteira, representada pelo seu presidente, Telmo Pinto.

Com apresentação de Nelson Horta, coordenador do Projeto Loulé Sem Fronteiras, pretendeu-se dinamizar um encontro intercultural de origem brasileira – FESTA JUNINA, por forma a assinalar as comemorações dos Santos Populares em junho.

Revela-se uma herança cultural de bastante relevo no Brasil, com a organização a promover e divulgar essa mesma cultura popular junto da comunidade portuguesa envolvente e outras, tendo contado com a participação das comunidades de Cabo Verde, S. Tomé e Príncipe, Venezuela e Nepal.

Este evento teve como ponto alto a apresentação da dança da QUADRILHA, contando com a presença e liderança da mesma pela Embaixatriz Roseana Aben-Athar Kipman e pelo Embaixador Igor Kipman do Consulado-Geral do Brasil em Faro.

A quadrilha é uma contradança de origem holandesa com influência portuguesa, do arquipélago dos Açores, e também inglesa, que teve o seu apogeu no século XVIII na França, onde recebeu o nome de “cachorreira”, tornando-se popular nos salões aristocráticos e burgueses do século XVIII em todo o mundo ocidental.

No Brasil, a quadrilha foi originalmente chamada de “Quadrilha de Arraiais”, e era parte das comemorações chamadas de festas juninas. Um animador vai pronunciando instruções coreográficas enquanto os demais participantes, geralmente em casais, realizam os movimentos correspondentes.

O programa contou ainda com uma grandiosa demonstração de Capoeira pelo Grupo Muzenza Algarve.

A animar o recinto esteve ainda o artista Pepê Melodia.

O recinto incluiu stands de gastronomia brasileira, indiana, nepalesa, venezuelana, cabo-verdiana e guineense, com bebidas típicas, doçaria, artesanato e muito mais.

Por: Jorge Matos Dias / PlanetAlgarve

Veja o VÍDEO 1

Veja o VÍDEO 2

Veja o VÍDEO 3

Veja o VÍDEO 4

 

Categories: Quarteira