Quarteira

Sociedade Filarmónica Lacobrigense 1.º de Maio na Feira de Verão de Quarteira

A Sociedade Filarmónica Lacobrigense 1.º de Maio esteve esta noite em concerto na Feira de Verão de Quarteira.

A Sociedade Filarmónica Lacobrigense foi fundada em 1 de Maio de 1931 por um pequeno grupo de entusiastas da música, constituído por Francisco Guerreiro Takelim, António Luís Castelo, Jacinto Norberto Alves, António Pedro Pião, Daniel Carmo Cerol, Augusto Germano da Costa, Romeu Amável Carreta, Manuel Galvão, Domingos Francisco Passarinho, José Viegas Pereira, Jerónimo António Monteiro, Francisco José Mesquita, João Miguel Palanque, António Morais da Silva, Artur Serio, Raul Taquelim da Cruz, Bento, Manoel Domingos, Armando da Glória Martins, Gilberto Reis Leal e Manuel António Gonçalves Portelada, Regente que fez o primeiro serviço à frente da Banda da Sociedade Filarmónica Lacobrigense 1.º de Maio, onde predominavam os instrumentos de sopro.

Ao longo da sua história, homens de boa vontade dedicados ao associativismo e à arte dos sons lutaram para que a Sociedade Filarmónica Lacobrigense 1.º de Maio e a sua Banda pudessem ultrapassar as muitas dificuldades colocando ao dispor da população o ensino da música. Assim, ao longo dos seus 79 anos de atividade, honra-se, a Sociedade Filarmónica Lacobrigense 1.º de Maio, ter sido berço de nomes e figuras que, quer no meio civil quer no meio militar, muito contribuíram e contribuem para a expansão musical do nosso país. Manter em atividade uma Escola de Música onde, cerca de trinta jovens de ambos os sexos, recebem a sua formação musical, tem sido o objetivo das várias Direções uma vez que é a Escola de Música que “alimenta” a Banda da Sociedade permitindo-lhe atuar em procissões, arruadas, concertos, festivais, comemorações e outros eventos, no Concelho, na Região e pelo País, numa média de 25 acuações por ano das quais se salientar em 1994 a deslocação a Palos de La Frontera, em Espanha, cidade geminada com Lagos e em Julho de 2004 à Ilha Terceira-Açores, a fim de participar nas festas da Praia (Praia da Vitória).

Atualmente a banda é composta por 40 músicos com idades compreendidas entre os 8 e os 65 anos, 80% dos quais são jovens. A Sociedade Filarmónica Lacobrigense 1.º de Maio foi reconhecida pelo Governo como Coletividade de Utilidade Pública em 17 de Setembro de 1988, agraciada com a Medalha de Mérito Municipal “Grau Prata”em 1991, pela Câmara Municipal de Lagos e com a medalha de Mérito Associativo em Maio de 2006 pela Confederação das Coletividades de Cultura Recreio e Desporto, da qual é associada, como reconhecimento pelo seu interesse sociocultural além de ser associada da Fundação INATEL – CCD N.º 4921.

O Sr. Edgar da Conceição Santos, Diretor Artístico contratado em Novembro de 2006, implementou um método de ensino diferente o qual levou à criação de um “Grupo de Percussão” que fez a sua apresentação pública no dia 4 de Outubro de 2007 no decorrer do um espetáculo integrado nas comemorações do Dia Mundial da Música. O mesmo Grupo atuou, em 2008, na Ovibeja e, em parceria com o TEL, Teatro Experimental de Lagos, em vários eventos dos quais destacamos, Feira Quinhentista em Lagos, Festival de Teatro de Rua de Esmoriz, IPJ de Faro e Centro de Férias do INATEL de Albufeira integrado na atividade “Sul em Movimento”.

Em 2009, a Banda da Sociedade, iniciou o trabalho com cordas apresentando-se, pela primeira vez, com formação sinfónica, em Maio do mesmo ano, no Concerto Comemorativo do 78.º Aniversário da Sociedade.

No dia 2 de Outubro de 2009, num espetáculo integrado nas comemorações do Dia Mundial da Música, fez a sua primeira atuação em público o recém-criado Ensemble de Saxofones.

Entre 1 e 30 de Outubro 2010 a Banda Sociedade Filarmónica Lacobrigense 1.º de Maio foi dirigida pelo Sr. Prof. Cristóvão. No início de Novembro de 2010, o Sr. Edgar da Conceição Santos, responsável pela Escola de Música, assumiu interinamente a direção da Banda.

Veja o VÍDEO.

Categories: Quarteira