Quarteira

Daniel Batista trouxe para Quarteira o troféu do 3.º lugar na categoria Pizza Napolitana STG

A gastronomia e a cultura transalpina estiveram em destaque na zona ribeirinha de Vila Nova de Gaia, junto à Loja de Turismo, entre os dias 12 e 17 de Setembro. Tudo por causa do festival Italiano que regressou para mais uma edição. Como já é habitual, o evento incluiu a realização do Campeonato Português de Pizza, juntando os melhores mestres pizzaiolos nacionais, entre os quais Daniel Batista que trouxe para Quarteira o troféu do 3.º lugar na categoria Pizza Napolitana STG, um dos prémios mais importantes em qualquer campeonato do mundo.

Daniel, também conhecido como o Dani das pizzas, começou a sua carreira de pizzaiolo há 12 anos. Em Julho de 2016, ganhou o prémio master pizzaiolo no campeonato português e o título de campeão mundial com a seleção nacional de pizzaiolos. Agora, conquistou mais este prémio, o 3.º lugar na categoria Pizza Napolitana STG.

Relativamente ao prémio, Daniel Batista revela: “A pizza napolitana S.T.G é uma das mais prestigiadas categorias deste campeonato. O nível de exigência é muito alto. Portanto, não poderia estar mais feliz. Acho que ainda posso melhorar e é o que vou fazer para estar sempre à altura de grandes desafios e continuar a trabalhar nesta minha arte que, para mim, é uma grande paixão”, agradecendo “ao chef André Basto, chef Hugo Mendes Loureiro, chef Marco Jacó, a toda a equipa do Tivoli Marina Vilamoura e todos os que me têm apoiado e que acreditam no meu trabalho”.

Apaixonado pela sua profissão, é hoje o chef pizzaiolo no hotel Tivoli Marina Vilamoura e quer dar a conhecer ao mundo esta arte que faz parte do património da UNESCO e conta com mais de 100 anos de existência.

Concertos, sessões com DJ italianos, almoços solidários, workshops gratuitos e atividades para a família animaram os cinco dias do festival, organizado pela Associação de Pizzaiolos Napolitanos em Portugal, em conjunto com a Associazione Socio Culturale Italiana del Portogallo Dante Alighieri.

Por: Jorge Matos Dias / PlanetAlgarve

Categories: Quarteira