AGENDA

Está a chegar a tradicional Festa das Chouriças em Querença | 18 e 19 de janeiro

A 19 de janeiro, Querença volta a ser palco da já tradicional Festa das Chouriças em honra de S. Luís, naquele que é um dos principais eventos gastronómicos do interior algarvio.

A Festa terá início no sábado, dia 18, pelas 21h00, com uma grandiosa Noite de Fados, que decorrerá na Casa do Povo de Querença. Participam neste momento musical os fadistas Melissa Simplício, Luís Manhita e Filipa Nobre, acompanhados na guitarra portuguesa por Valentim Filipe e na viola por Tiago Valentim.

No domingo, dia 19, a partir das 11h00 e durante a tarde, o visitante poderá degustar a chouriça assada nos vários estabelecimentos de Querença.

No Largo da Igreja, pelas 15h00, a animação estará a cargo do Grupo Coral e Instrumental Costa Azul.

Pelas 16h00, terá início o habitual e sempre animado leilão de chouriças, no qual o público em geral poderá participar e adquirir a rainha da festa, a chouriça.

A celebração religiosa terá início às 17h00, com uma eucaristia na Ermida do Pé da Cruz, presidida pelo Padre Carlos Matos, à qual se seguirá a procissão solene com a imagem de S. Luís até à Igreja de Nossa Senhora da Assunção.

Haverá, das 10h00 às 18h00, um Mercadinho com exposição e venda de artesanato e produtos locais, representativos da região algarvia.

A partir das 19h00, as atenções viram-se para o baile no Salão de Festas da Casa do Povo de Querença, animado pelo acordeonista Silvino Campos. Durante o evento haverá animação para as crianças a cargo da Palhaça Pirolita, e animação de rua com a Casa da Cultura de Loulé.

Numa iniciativa promovida pela Comissão de Festas da Paróquia, com o apoio da União de Freguesias de Querença, Tôr e Benafim, da Câmara Municipal de Loulé e da Casa do Povo de Querença, a Festa das Chouriças é um dos mais emblemáticos eventos desta zona serrana do Algarve e constitui um dos principais cartazes turísticos do concelho de Loulé e da região nesta altura do ano, aliando a gastronomia a uma forte componente religiosa, em que as tradições do Algarve rural estão bem presentes.

As raízes desta festividade remontam a uma época em que, no interior algarvio, as famílias tinham o hábito de criar o seu porco para sustento ao longo do ano. Era igualmente tradição pedir a S. Luís, patrono dos animais, que conservasse em boas condições o porco, para garantir a alimentação do agregado familiar. Em forma de gratidão, as famílias ofereciam ao Santo Protetor as melhores chouriças caseiras.

Refira-se que a Festa das Chouriças tem entrada livre.

Categories: AGENDA, Quarteira