Lagos

COVID-19 | Ocupação de tempos livres de crianças e jovens é uma preocupação da autarquia

Já a pensar no período pós surto da COVID-19 e com a expetativa de que o quotidiano retome a sua dinâmica habitual, a Câmara Municipal de Lagos aprovou na sua última reunião ordinária – realizada na passada quarta-feira à porta fechada, atendendo às medidas do Plano de Contingência em vigor – as condições de participação no programa Viver o Verão 2020. Facilitar a gestão das famílias que têm no período do verão o seu pico de trabalho, necessitando de ocupar de forma lúdica e pedagógica as suas crianças e jovens, é o grande objetivo deste projeto promovido pela autarquia lacobrigense, que conta com o envolvimento e apoio das juntas de freguesia e clubes locais, entre outros parceiros.

A execução deste programa estará sempre dependente do levantamento prévio das medidas de contingência relativas ao surto de COVID-19.

Mais de 350 vagas para crianças dos 6 aos 15 anos e 180 vagas destinadas aos jovens monitores é a capacidade de resposta que o programa, a desenvolver-se nos meses de julho e agosto, terá nesta edição. Novidade é o acréscimo de vagas e a generalização da modalidade de participação “Manhã e Tarde” a todos os núcleos do projeto, designadamente ao polo da Luz, à semelhança do que já acontecia com os núcleos de Lagos, de Odiáxere e de Bensafrim.

Relativamente aos participantes, estes serão distinguidos entre os Minis e os Juniores, sendo estes últimos os participantes com 14 e 15 anos que, não tendo ainda possibilidade de desempenhar a função de monitores, acompanham os mais pequenos nas atividades e iniciam uma aprendizagem com os monitores, de modo a que em futuras edições já estejam mais preparados para assumir essa tarefa e responsabilidade.

Os monitores, que deverão ter entre 16 e 25 anos, irão na sua maioria acompanhar as crianças participantes, estando definidas algumas vagas para aqueles que pretendam colaborar nas ações de promoção e sensibilização ambiental que serão desenvolvidas nas zonas balneares pelos serviços da autarquia.

O projeto, orçado em 173.900,00€, conta com o apoio e envolvimento das juntas de freguesia e de clubes locais, entre outros parceiros.

As inscrições no projeto, que para os jovens decorrem de 6 a 24 de abril e para as crianças de 4 a 15 de maio, são feitas por via online, em formulário a disponibilizar no site www.viveroverao.com.

A leitura desta notícia não dispensa a leitura integral das normas de participação que irão ser igualmente disponibilizadas no site www.viveroverao.com, sendo que, em caso de dúvida os interessados poderão entrar em contacto com os serviços da autarquia através de telefone 282 780 900 e/ou do e-mail viver.verao@cm-lagos.pt.

Categories: Lagos, Saúde