Empresas

10.ª edição do Concurso Montepio Acredita Portugal com mais de 10 mil inscritos

A 10.ª edição do concurso Montepio Acredita Portugal, o maior concurso de empreendedorismo a nível nacional e o segundo maior do Mundo, contou com um total de 10.640 ideias inscritas. Num contexto sem precedentes devido à crise provocada pela pandemia de Covid-19, o empreendedorismo e a inovação surgem como respostas para encontrar rumos e processos originais, numa iniciativa alavancada por parceiros com um histórico de apoio ao lançamento de novos projetos.

Num cenário de novas necessidades na comunidade, a categoria de Empreendedorismo Social, apoiada pelo Banco Montepio, que também é naming sponsor do Concurso, contou com 1913 candidaturas. O melhor projeto desta área terá o contributo do Banco Montepio na fase de arranque do projeto que permitirá o desenvolvimento de sinergias com outras StartUps na área do empreendedorismo social. A categoria de Empreendedorismo Social é a que mais tem crescido nos últimos anos e é a que recebeu maior número de candidaturas, o que demonstra a sua importância.

Face ao impacto do contexto atual são muitos os desafios que se apresentam ao ecossistema empreendedor. Como afirma Fernando Amaro, Diretor do segmento de Economia Social e Setor Público do Banco Montepio, “o empreendedorismo, sendo o principal motor da inovação, da criatividade, da competitividade e do crescimento económico, deve fazer parte do futuro do trabalho e da requalificação das pessoas, de forma a acompanhar as mudanças, as evoluções e as acelerações consequentes da pandemia Covid-19. O Banco Montepio vai continuar a ter um papel importante e crucial na requalificação e na Economia e Empreendedorismo Social, quer através do financiamento quer também através de parcerias com organizações de âmbito nacional que se distinguem pela experiência no domínio do Empreendedorismo Social e de linhas protocoladas de financiamento”.

Para Fernando Fraga, Diretor de Inovação da Acredita Portugal, verificam-se mudanças que nos obrigam a repensar os modelos das organizações e adaptar os negócios à situação que vivemos. A experiência da Acredita Portugal no apoio a empreendedores permite-nos tornar este concurso numa plataforma para ajudar todas as pessoas com uma ideia válida a concretizá-la neste contexto de desafios acrescidos. O propósito passa por ter um impacto objetivo na forma como estes projetos podem ser desenvolvidos, chegar ao mercado e tornar-se negócios viáveis e com um contributo para a área de atividade na qual se encontram inseridos e para a comunidade em geral. Acreditamos que, conjugando a nossa experiência com os parceiros certos, conseguiremos alcançar esta meta ambiciosa.

Para além da vertente de Empreendedorismo Social, o Concurso Montepio Acredita Portugal dá também visibilidade a projetos noutras áreas de atuação.

O Prémio Brisa Mobilidade 2019, apoiado pela Brisa, contou com 309 candidaturas de projetos da área da mobilidade. O vencedor terá a oportunidade de ser incubado pela própria Brisa e de receber o seu apoio na fase de go-to-market.

Os empreendedores tecnológicos que se candidataram ao Prémio K.Tech, promovido pela KCS iT, submeteram um total de 1.844 candidaturas, sendo que este prémio foca-se, sobretudo, na aplicação das novas tecnologias de informação e na sua implementação em áreas de negócio tradicionais. O melhor projeto é apoiado para entrar no mercado pela KCS IT, nomeadamente através da atribuição de uma bolsa de horas para implementação das melhores práticas ao nível do PMI.

O Prémio H2O Inovação by Águas de Gaia recebeu 226 candidaturas de projetos relacionados com a gestão da água e a sustentabilidade, sendo que o melhor projeto terá a oportunidade de ser incubado pelas Águas de Gaia e participar no Eurovision for Startups.

Adicionalmente, os melhores projetos recebem um enorme pacote de serviços, destinados a apoiar a sua entrada ou consolidação no mercado. Estes incluem serviços de impressão na 360 Imprimir, recursos web pela .PT e WebHS, software grátis de fracturação pela SAGE, plano de email marketing pelo E-Goi, vouchers e horas de formação online em diversas plataformas (Digital Lisbon School, FLAG, Galileu, Speak & Lead, etc), apoio jurídico da Vieira de Almeida e Inventa International, apoio crowdfunding pela PPL, apoio no desenvolvimento de produto pela Seegno, serviços de mentora nas mais diversas áreas sobre negócio, acesso a vários espaços de incubação (centro, norte e açores), entre outros.

Face a uma realidade que exige encontrar novas soluções, os processos digitais implementados no concurso permitem aos participantestestar as ideias submetidas, bem como desenvolver, analisar e receber feedback sobre os seus projetos.

Sobre a Acredita Portugal:

A Acredita Portugal é uma organização sem fins lucrativos focada no desenvolvimento e promoção do empreendedorismo nacional, que nasceu em 2008 pela mão de José Miguel Queimado. Desde então, a Acredita Portugal trabalha por, e para todos os portugueses, independentemente da sua formação ou cultura, permitindo que qualquer cidadão tenha oportunidade de perseguir o seu sonho empreendedor. Cada ideia em competição é submetida de forma gratuita, passando por uma avaliação e vendo desenvolvido o seu plano de negócios. Aos projetos vencedores é dada a oportunidade de desenvolver parcerias estratégicas com vista à sua implementação no mercado.

Informações adicionais disponíveis em www.acreditaportugal.pt

Categories: Empresas, Nacional