Algarve

Partido Aliança | Senador pelo Distrito de Faro renuncia ao cargo

M. Afonso de Lousada Moreira

Venho por meio desta comunicação deixar uma mensagem de desagrado pelo desrespeito que o Partido e os seus respectivos dirigentes tiveram para comigo! 

Começo por informar, para recordação futura, que até ao dia 30 de novembro de 2019, altura que a meu ver o projeto perdeu toda a sua credibilidade, a minha pessoa foi elemento essencial na C.I. do Algarve, dinamizei em conjunto com os meus colegas o Partido no Algarve, e quem disser o contrário mente, há provas mais que dadas disso.

Foi um desrespeito, o que pelas vossas indicações foi feito, terem me retirado da administração das páginas que eu criei, sem sequer um aviso prévio, uma situação mínima, mas extremamente desrespeitosa. 

Fiz quilómetros e quilómetros para estar presente em eventos no Porto, Coimbra, etc., estive para este projecto intensamente, o resultado foi ter a minha exposição ao Conselho Jurisdicional ignorada.

Uma exposição, convém relembrar, grave, 82 páginas de provas, acompanhadas de uma carta de 5 páginas com assinatura autenticada e reconhecida, foi por vós completamente ignorada, tendo ambos os Diretores do Partido (pré e pós 06 de outubro) tinham conhecimento do processo.

Entre outras situações, a mais gravosa a meu ver, foi a retirada do meu nome do site nacional do Partido, da página dos Órgãos em concreto, um desrespeito completo, tendo em conta que fui eleito para o cargo de Senador pelo Distrito de Faro! 

Sendo eleito, e não tendo renunciado ao cargo, nem tendo recebido qualquer comunicação do Partido sobre a exoneração do cargo, apenas posso assumir que foi uma ação desrespeitosa e indecorosa para com a minha pessoa.

Face ao exposto,

Eu, Manuel Afonso de Lousada Moreira, militante 244 do Partido Aliança, Senador pelo Distrito de Faro, eleito em congresso no dia 10 de Fevereiro de 2019, venho por meio deste informar, com efeitos imediatos, a minha decisão de renúncia ao cargo de Senador pelo Distrito de Faro, e a minha desvinculação imediata para com o Partido Aliança.

Lamento que o projeto tenha terminado tão depressa como se iniciou, mas a culpa parte inteiramente dos seus dirigentes!

Não obstante, não sou hipócrita ao ponto de não reconhecer o mérito dos ideais do partido, ao início, enquanto o projeto teve alma, quando havia realmente a vontade de se lutar por algo digno, e não por subvenções públicas para deixar de ser um Partido “low cost”!

M. Afonso de Lousada Moreira – (ex) Senador pelo Distrito de Faro; (ex) Militante n.º 244

Categories: Algarve