Quarteira

QUARTEIRA | Lions Clube de Vilamoura premeia alunos vencedores do concurso Cartaz da Paz

O Lions Clube de Vilamoura promoveu na manhã de hoje a entrega dos prémios monetários relativos à edição 2019 do concurso Cartaz da Paz, destinado aos alunos do 6.º ano da EB 2,3 de Quarteira.

Os premiados do concurso foram:

  • 1.º Prémio ‐ Denis Knyshuk, 6.º C
  • 2.º Prémio ‐ Rita Marinho Marcos, 6.º A
  • 3.º Prémio ‐ Daniela Stavifova de Rosário, 6.º C

A cerimónia simbólica contou com a presença de Jorge Madeira, presidente do Lions Clube de Vilamoura, acompanhado pelos companheiros Aléxis Luís e Tony Alexandre, recebidos pelas professoras Isolda Costa (coordenadora da escola) e Telma Brás (adjunta da direção do Agrupamento de Escolas Dr.ª Laura Ayres).

Jorge Madeira agradeceu a todos os professores da escola, “pelo sentimento de serviço e de cooperação no acompanhamento dos alunos, valorizando a importância do Cartaz da Paz na formação integral dos alunos”, ressalvando que “atraso da entrega deve-se a um erro de comunicação de uma antiga companheira nossa, que entretanto se demitiu. Porque o Lions é uma instituição cumpridora, a atribuição dos prémios monetários foi decidida em Assembleia do Lions Clube de Vilamoura, cujos companheiros presentes decidiram custear do seu bolso os prémios monetários na altura anunciados”.

Destinado a Escolas ou Grupos Juvenis, o Concurso do Cartaz sobre a Paz do Lions é um evento que incentiva os grupos juvenis a expressarem criativamente as suas perceções sobre a Paz, oferece aos estudantes a oportunidade de expressarem imagens singulares da Paz, compartilhando as suas visões para que todos nós tenhamos maior tolerância e compreensão.

Os critérios são originalidade, mérito artístico e expressão do tema.

Trazendo a Paz ao Mundo, através de cada grupo juvenil, sobre a verdadeira importância da paz, o Lions é a maior organização de clubes de serviços do mundo, com 1,4 milhões de sócios em mais de 46.000 clubes, em mais de 200 países e áreas geográficas. Além das suas campanhas contra a cegueira, a organização dedica‐se seriamente ao serviço humanitário e à assistência à juventude em todas as partes do mundo.

Por: Jorge Matos Dias / PlanetAlgarve

Categories: Quarteira