Loulé

LOULÉ | Culto da Mãe Soberana inscrito no Inventário Nacional do Património Cultural Imaterial

Este é um dia muito feliz para o maior culto mariano a sul de Fátima. Uma notícia há muito esperada, o “Culto a Nossa Senhora da Piedade” foi aceite e inscrito no Inventário Nacional do Património Cultural Imaterial, pois reflete a identidade da comunidade.

Cinco anos após a submissão da inscrição do “Culto a Nossa Senhora da Piedade” no Inventário Nacional submetido pela Paróquia de São Sebastião na plataforma da Direção-Geral do Património Cultural, foi hoje publicada a sua inscrição, após um trabalho profundo com a comunidade detentora deste culto, coordenado pela Câmara Municipal de Loulé, através do seu Museu Municipal.

Este processo de inscrição no Inventário Nacional do Património Cultural Imaterial foi precedido de uma exaustiva recolha de toda a documentação, assim como da audição de toda a comunidade que dá corpo ao Culto da Nossa Senhora da Piedade, nomeadamente: Paróquias de Loulé, Clero, acólitos e ministros da Igreja, Homens do Andor, Banda Filarmónica Artistas de Minerva, crianças e jovens da catequese, Corpo Nacional de Escutas, Guias de Loulé, Clube Hípico, comunidades imigrantes, estudantes do Instituto Universitário D. Afonso III, grupos de peregrinos e o poder local.

“Orgulha-nos que a Direção-Geral de Património Cultural tenha, desde a primeira hora, considerado esta inscrição um processo de pedido de inscrição exemplar, sem pareceres contrários, nem observações contrárias em fase de consulta pública. É um reconhecimento do sentimento de pertença desta manifestação do povo de Loulé, enquanto parte da sua identidade cultural e enquanto manifestação religiosa e cultural de grande importância ao nível regional e para o país”, sublinham os responsáveis municipais.

O Município de Loulé e a Paróquia de São Sebastião expressam o seu profundo agradecimento a todos os que contribuíram para a realização do pedido de inscrição e a todos os que diariamente fazem desta manifestação cultural e religiosa a sua bandeira. “A nossa responsabilidade – Município e Paróquia – aumenta com a inscrição do ‘Culto a Nossa Senhora da Piedade’ no Inventário Nacional do Património Cultural Imaterial, pelo que continuaremos em conjunto a promover o mesmo através da investigação, edição, divulgação (exposições e outros) e educação. Esta é uma inscrição que não cristaliza a manifestação inventariada, pelo contrário exige de cada um dos protagonistas a sua responsabilização na transmissão e transformação da mesma ao longo dos tempos”, consideram ainda.

Categories: Loulé