VRSA

BE e o Encerramento do Posto dos CTT em Vila Nova de Cacela (Vila Real de Santo António)

O Grupo Parlamentar do Bloco de Esquerda tomou conhecimento que no próximo dia 9 de outubro irá encerrar o Posto dos CTT em Vila Nova de Cacela, no concelho de Vila Real de Santo António.

Se este encerramento se concretizar, será mais um golpe num serviço público essencial do Algarve e, mais concretamente no concelho e na freguesia do interior de Vila Real de Santo António, onde grande parte da população é idosa e será quem mais irá sofrer com tal medida absurda e inaceitável. Toda a população será prejudicada, sem transportes públicos e cuja estação dos CTT mais próxima se localiza na sede do concelho, a 12 quilómetros de Vila Nova de Cacela.

Já em outubro de 2007 a Administração dos CTT tinha mandado fechar a estação de correios de Vila Nova de Cacela, cujos serviços postais foram transferidos para um agente privado, com despedimento de trabalhadores e diminuição da qualidade dos serviços prestados à população. Foi um processo feito às escondidas e que mereceu o descontentamento e a reprovação das organizações sindicais, representativas dos trabalhadores e das populações.

Com a privatização dos CTT pelo governo PSD/CDS os serviços postais degradaram-se ainda mais no Algarve (e no país), onde sobressai o encerramento de várias estações e postos de correios, como em Monte Gordo, numa outra freguesia de Vila Real de Santo António. Caso tenha lugar o encerramento do posto dos CTT em Vila Nova de Cacela, apenas sobrará no concelho o serviço postal na cidade de Vila Real de Santo António, com as consequências negativas daí decorrentes para as populações.

Agora, a empresa privada de gestão de condomínios “24 Horas Serve”, que assegura há 13 anos o Posto dos CTT em Vila Nova de Cacela, refere em comunicado que «uma parceria [com os CTT] terá de salvaguardar ambos os parceiros, e não apenas um deles», pelo que o Posto fechará em 9 de outubro próximo.

Face ao exposto, os deputados João Vasconcelos e Isabel Pires, do Grupo Parlamentar do Bloco de Esquerda, enviaram ao governo, através do ministério das Infraestruturas e da Habitação, as seguintes questões:

– Tem o Governo conhecimento do assunto acima exposto?

– Pode o governo explicar o que leva a “24 Horas Serve” a terminar com a parceria que mantinha com os CTT e que assegurava o funcionamento do posto de correios em Vila Nova de Cacela?

– Vai o governo interceder e de que forma, junto da Administração dos CTT, para que se mantenha em funcionamento um Posto dos CTT na localidade de Vila Nova de Cacela?

O Bloco de Esquerda Algarve

Categories: VRSA