Olhão

OLHÃO | Mobilidade para todos na EB José Carlos da Maia com novo ascensor

A Escola Básica José Carlos da Maia já tem em funcionamento um ascensor que permite total mobilidade no interior daquele estabelecimento de ensino concelhio. O equipamento foi hoje inaugurado pelo presidente do Município de Olhão, António Miguel Pina, e pelo delegado regional de Educação, Alexandre Lima.

A parceria entre o Município olhanense e a Direção Geral dos Estabelecimentos Escolares (DGEstE) do Algarve permitiu trazer até esta escola, situada na zona da Chasfa, esta plataforma elevatória cabinada que agora está ao dispor de todos os alunos e outras pessoas com mobilidade reduzida. As duas entidades investiram cerca de 35 mil euros na obra.

“Este é mais um importante investimento de duas entidades que estão em sintonia”, realçou, na inauguração, o presidente da Autarquia olhanense. “Há dois anos inaugurámos um equipamento semelhante na Escola Básica João da Rosa e agora voltámos a investir num ascensor, porque todos os alunos devem ter acesso aos mesmos espaços dentro do recinto escolar. Este é um passo decisivo para uma escola mais inclusiva”, enfatizou António Miguel Pina. O diretor do Agrupamento de Escolas Professor Paula Nogueira, Carlos Gaspar, referiu mesmo algumas condicionantes existentes até aqui com alunos que se deslocavam em cadeira de rodas ou com muletas. “Tentámos sempre passar essas turmas para o rés-do-chão, mas não era suficiente. Agora, sim, mesmo quem tem dificuldades de locomoção pode ter acesso a todos os espaços e serviços educativos”, regozijou-se aquele responsável.

Também o delegado regional de Educação, Alexandre Lima, diz ser sua prioridade apoiar projetos como este. É uma importante forma de inclusão para todos os que fazem parte da comunidade educativa”, referiu durante a visita à EB José Carlos da Maia, local onde também foi possível conhecer algumas medidas adotadas para garantir o distanciamento social no espaço escolar.

A Escola, através da DGEstE Algarve, comprou o equipamento agora inaugurado, enquanto que o Município de Olhão teve a seu cargo o projeto e a construção da estrutura para acolher o ascensor.

Para o futuro, está previsto equipar, com mais uma plataforma elevatória como esta, a Escola Básica Dr. Alberto Iria, a única do concelho que ainda não é totalmente livre de barreiras físicas.

Categories: Olhão