AGENDA

“Loulé – Cadoiço e Megalapiás” | Associação Almargem divulga resultados finais do projeto

Para assinalar a finalização do projeto “Loulé – Cadoiço e Megalapiás: Revelar o que já existe!”, a Almargem – Associação de Defesa do Património Natural e Cultural do Algarve promoverá a realização de um Seminário Final, onde serão apresentados os principais resultados obtidos, as ameaças ao património natural e cultural identificadas, e onde será discutido o futuro destas duas áreas de elevado interesse cultural e natural. Decorrerá no próximo dia 10 de dezembro, a partir das 18h30, numa sessão online.

Na Mesa Redonda: “Cadoiço e Megalapiás: que futuro?”, serão debatidas diversas propostas para um futuro plano de intervenção para estas duas áreas, fundamentado quer pelos resultados obtidos e pelas sugestões dos especialistas, quer pela participação pública da população geral, moradores, utilizadores e entidades responsáveis pela gestão das áreas.

Na abertura estarão presentes: José Luís Raposo Victoriano, Presidente da Direção da Associação Almargem; Vítor Aleixo, Presidente da Câmara Municipal de Loulé; e Cristina Veiga-Pires, Diretora Científica do aspirante Geoparque Algarvensis Loulé-Silves-Albufeira. A moderação estará a cargo de Joaquim Mealha da Associação Almargem.

O projeto “Loulé – Cadoiço e Megalapiás”, que iniciou em 2019 e que contou com a colaboração da Câmara Municipal de Loulé, teve como objetivo principal estabelecer uma base de dados sólida e científica, em termos de história, geografia, geologia, património cultural, flora e fauna, para estes dois locais importantes, mas ainda desconhecidos para muitos, localizados na envolvente da cidade de Loulé. Como resultado, perspetiva-se para o futuro da Ribeira do Cadoiço e dos Megalapiás do Barrocal, que sejam locais privilegiados de visitação, disseminação e sensibilização ambiental. Embora diferentes, estas duas áreas são há muito reconhecidas pela Almargem pelo valor histórico, cultural e ambiental que comportam.

A coordenação deste projeto esteve a cargo da Associação Almargem e contou com apoio técnico e científico de uma equipa multidisciplinar, formada por especialistas em diferentes áreas de conhecimento, desde história e património, geodiversidade, qualidade da água, flora e vegetação (incluindo plantas invasoras), e fauna (insetos, anfíbios, répteis, aves e mamíferos).

Os interessados poderão assistir e participar neste Seminário online, via Zoom, bastando para tal a inscrição prévia através deste formulário.

Categories: AGENDA, Loulé