Quarteira

QUARTEIRA | Procissão das Velas em honra de Nossa Senhora da Conceição

Este ano, as celebrações em honra de Nossa Senhora da Conceição, Padroeira de Portugal, de Quarteira e dos Pescadores, viveram-se online e à janela de casa.

Quarteira recebeu a sua padroeira de um modo diferente. Pela primeira vez, a emblemática Festa em Honra de Nossa Senhora da Conceição, não reuniu pessoas nas ruas da cidade. Com uma programação que garantiu a segurança de todos, as celebrações em honra da Padroeira dos Pescadores aconteceram nos dias 7 e 8 de dezembro.

Este ano, devido à pandemia de Covid-19, a Paróquia de Quarteira e a Junta de Freguesia convidaram todos os quarteirenses a participar, em segurança, a partir dos seus lares, à janela, ou através da transmissão em direto, na página de Facebook da autarquia. A imagem da padroeira desceu dos ombros dos Homens do Andor e percorreu as ruas da cidade numa viatura. “A intenção é que a procissão percorra o maior número de ruas possível, dentro da zona habitual do percurso”, garantiu o Presidente da junta de freguesia, Telmo Pinto, que conduziu, ele próprio, a viatura do andor. “Este será um momento desta diferente do habitual, mas não deixará de ser vivida com o mesmo sentimento, devoção e dedicação”, acrescenta o autarca.

Assim, na segunda feira, dia 7, a procissão de velas com a Imagem da Nossa Senhora, em direção à Igreja de S. Pedro do Mar, marcou o arranque das celebrações.

A Festa da Nossa Senhora da Conceição (Imaculada Conceição da Virgem Santa Maria), Padroeira de Portugal, de Quarteira e dos seus pescadores, tem raízes culturais profundas (a Imagem foi encontrada pelos pescadores há mais de 200 anos) na comunidade piscatória e em todos os quarteirenses. No ano de 2000 foi erigida, no Porto de Pescas de Quarteira, uma pequena capela para acolher a Padroeira e reza a curta história desta capela, que recebe os pescadores no seu regresso do mar, que no mesmo ano em que foi erigida, protegeu as embarcações de um violento temporal que se abateu na costa do Algarve, apesar dos estragos materiais provocados.

Categories: Quarteira