AGENDA

Travessia em canoa polinésia vai ligar amanhã o Rio Arade à Ria Formosa para assinalar o #Biodiversityday2022

Diogo “Pitoco”, fundador da Taho’e Canoe Club @tahoe.canoeclub (Lagoa), Caio Mathias, sócio fundador da Aukai Canoe Club @aukaivaa (Olhão) e Anderson “Peixe”, multi-atleta e comunicador de desportos náuticos @peixenewsoficial (Lisboa), realizarão no próximo dia 22 de Maio de 2022 uma travessia em canoa polinésia @v3genesis, a primeira da história de Portugal em canoa polinésia, que ligará por mar as duas escolas de canoagem polinésia estabelecidas na região Sul de Portugal.

Com partida programada do município de Lagoa, onde se localiza o Clube Castores do Arade @kccarade, sede da escola Taho’e, e chegada ao Porto de Recreio do município de Olhão, sede da escola Aukai.

Em um trajeto total de aproximadamente 80km, os remadores percorrerão as praias com falésias e grutas da costa do Algarve, onde estão localizadas as mais fantásticas praias de Portugal e da Europa.

A travessia “Taho’e – Aukai” ocorrerá no “Dia Internacional da Biodiversidade”. O tema deste ano incide sobre Construir um futuro partilhado para toda a vida, tendo sido escolhido para dar continuidade ao fomento e apoio do quadro global de biodiversidade pós-2020, que será adotado na próxima Conferência das Nações Unidas sobre Biodiversidade #COP15. A travessia visa aproveitar a oportunidade para lançar luz sobre o tema, que em 2022 foi proposto pela importância da proteção e manutenção da biodiversidade em escala mundial.

Com esse objetivo, a partida da travessia será no Rio Arade e a chegada na região da Ria Formosa. Duas zonas situadas entre o mar e a costa do Algarve, eleitas como uma das 7 Maravilhas Naturais de Portugal, detentora de uma grande diversidade de ecossistemas e uma enorme variedade de flora e fauna. 

Além disto, a travessia tem como objetivo “abrir a rota de navegação” entre as bases de Va’a parceiras, simbolizando a conexão e o estreitamento de laços, além de relembrar e homenagear as antigas tradições de navegação polinésia, que através de travessias em canoas interconectavam as diversas ilhas por todo o Oceano Pacífico.

Categorias:AGENDA, Algarve