Ambiente

Centros Comerciais INGKA Centres Portugal com Parque Fotovoltaico de 2.760 painéis até primeiro trimestre de 2023

  • Centros MAR Shopping consumirão 85 e 98% da energia produzida
  • Proprietária do MAR Shopping Algarve e do MAR Shopping Matosinhos assinala Dia Mundial do Meio Ambiente, a 5 de junho, com campanha internacional

Quando estamos prestes a assinalar no domingo 5 de junho mais um Dia Mundial do Meio Ambiente, data que a cada ano que passa se reveste de maior importância face às evidências das alterações climáticas, a Ingka Centres, operadora de centros comerciais, anuncia que este ano irá instalar um parque fotovoltaico de 1.800 painéis no MAR Shopping Algarve e de 1.960 no MAR Shopping Matosinhos.

Está previsto que os parques estejam totalmente funcionais até ao primeiro trimestre de 2023, permitindo estes a produção de energia de fonte renovável. O MAR Shopping Algarve irá consumir 85% da energia produzida e o MAR Shopping Matosinhos, 98%.

Segundo a Agência Europeia do Ambiente,os combustíveis fósseis continuam a dominar o universo dos combustíveis: cerca de 77% das necessidades energéticas do europeu médio são satisfeitas com recurso ao petróleo, ao gás e ao carvão. A energia nuclear satisfaz 14% dessas necessidades, enquanto os restantes 9% são satisfeitos com recurso a fontes de energia renováveis. Um europeu médio consome anualmente 27 megawatt/hora (MWh) de energia, incluindo todas as utilizações domésticas, industriais e de transportes. Este número varia consideravelmente consoante os países, da mesma forma que variam as emissões de CO2 associadas a esse consumo, que dependem, em grande medida, do grau de utilização de energia nuclear e de energias renováveis.

Consciente de que o consumo de energia é um dos principais contribuintes para as emissões de gases de estufa, os centros portugueses da Ingka Centres têm vindo a diminuir os consumos, através da utilização de iluminação LED e equipamentos que permitem reduzir os consumos. O MAR Shopping Algarve reduziu os seus consumos em 14,2% no ano passado face a 2019. Já o MAR Shopping Matosinhos reduziu o consumo em 26,2%. Ainda assim, ambos os centros comerciais só adquirem energia elétrica 100% verde.

Recorde-se que a Ingka Centres tem como objetivo alcançar a neutralidade carbónica até 2030. Eficiência energética, gestão da água e dos resíduos são alguns dos pontos em que os dois centros comerciais têm vindo a ser mais bem-sucedidos. Uma política que valeu aos dois centros comerciais certificações BREEAM, que avalia os empreendimentos em três categorias – “Nova Construção”, “Em Uso” e “Remodelação”, correspondendo estas às diversas fases de conceção e uso dos edifícios.

Os centros Ingka que surgiram depois de 2016, como é o caso do MAR Shopping Algarve, foram já projetados e construídos de acordo com os critérios para a obtenção do certificado na categoria “Nova Construção”, distinção de que o espaço de Loulé dispõe. Recentemente, ambos os centros comerciais conquistaram o BREEAM na categoria “Em Uso”, tendo o MAR Shopping Algarve, com mais de quatro anos, obtido as classificações de “Excelente” e “Excecional” nos âmbitos de performance e gestão do edifício, respetivamente, e o MAR Shopping Matosinhos, com mais de 12, obtido a de “Muito Bom”.

A certificação BREEAM “Nova Construção” monitoriza o desempenho sustentável dos edifícios nas fases de projeto e construção, e a de “Em Uso” mede o mesmo parâmetro, que incluem as características do edifício e os procedimentos de gestão do mesmo.

“Julgo que a nossa estratégia ambiental está à vista de todos sobretudo de quem nos visita e, por exemplo, valoriza a nossa luz natural, os nossos WC eficientes, entre outros aspetos que desenvolvemos no quotidiano, alguns das quais, invisíveis ao público. O nosso conceito de sustentabilidade, tal como acontece com a IKEA, vai ainda mais longe, porque pretendemos ser uma plataforma em que todos encontram informação para um estilo de vida mais consciente e feliz. É, por isso, que, nesta campanha internacional, lembramos os nossos públicos de como é importante unirmo-nos para que pequenos gestos possam efetivamente mudar o mundo”, explica Ana Machado, Communication Business Partner da Ingka Centres em Portugal.

Categorias:Ambiente, Empresas, Loulé