Turismo

Há mais pessoas a procurar casas de férias em 2022 (+11%) mas menos procuram casas com piscina (-8%)

Estudo OLX

Casas com piscina representam, em 2022, cerca de um quarto da procura total de casas de férias, entre janeiro e abril

O OLX acaba de divulgar um estudo, baseado em dados retirados da plataforma, no qual analisa a evolução da procura e oferta de casas de férias com piscina em Portugal, de janeiro a abril, nos últimos três anos. Adicionalmente, a análise inclui ainda a procura de serviços e de equipamento para piscinas.

Apesar de existir um aumento de +11% de pessoas a procurar casas de férias entre janeiro e abril de 2022, face ao período homólogo do ano passado, há uma diminuição de -8% da procura de casas com piscina, que agora representam cerca de um quarto do total da procura, quando representavam cerca de um terço em 2021. Comparativamente a 2020, no entanto, há um crescimento substancial de +37% de procura de casas de férias e de +59% de casas com piscina em 2022.

«Em 2021 houve um grande aumento de procura de casas com piscina, algo que associamos ao período de confinamento do início do ano, quando já se experienciava bom tempo. O que está a acontecer este ano é uma estabilização, ou seja, as pessoas continuam a procurar casas de férias, mas a piscina perde importância, com a possibilidade de outras atividades ao ar livre e de ir à praia com maior despreocupação», analisa Sebastiaan Lemmens, Diretor Geral do OLX Portugal.

Sobre a oferta de casas com piscina, há um aumento de +9% de janeiro a abril de 2022, em relação ao mesmo período de 2021. No entanto, este valor está bastante abaixo (-28%) da oferta em 2020. Os distritos de Faro, Lisboa, Setúbal e Porto são os que têm maior oferta de casas com piscina. Tal está em linha com a maior procura, que se verifica, por esta ordem, em Faro, Setúbal, Braga e Lisboa.

SERVIÇOS E EQUIPAMENTOS PARA CASAS COM PISCINA

No geral, há um aumento de procura de serviços relacionados com piscinas (manutenção ou instalação), entre janeiro e abril de 2022 em relação ao mesmo período de 2021 (+9%). Quando comparado com 2020, o aumento da procura é substancial (+102%).

No caso da procura por equipamentos para piscinas, há uma diminuição substancial nos meses analisados de 2022 em comparação com 2021 (-63%), ano que registou grande aumento de procura. No entanto, comparando 2022 com 2020, há um aumento de +26% deste tipo de equipamentos.

Categorias:Turismo