Algarve

GNR | Esclarecimento – Efetivos do Comando Territorial de Faro

Atendendo a algumas notícias de ontem que indicam falta de recursos na Região do Algarve cumpre informar que não se verifica nenhum constrangimento que coloque em causa o patrulhamento e a segurança na Região do Algarve.

A informação surge na sequência de uma apresentação efetuada por parte do Comando Territorial de Faro na Assembleia Municipal de Loulé, onde foram feitas referências ao efetivo disponível.

A este respeito, importa relevar que, em 2021, o Comando Territorial de Faro tinha um quadro de efetivo existente de 1 170 militares, sendo que, a 31 de maio de 2022, o efetivo existente é de 1 181 militares.

Relativamente à existência de um conjunto de militares indisponíveis por motivos diversos (férias, folgas, convalescenças, assistência à família, entre outros), são situações normais que decorrem do quadro legislativo em vigor e que não apresentam valores significativamente diferentes de anos anteriores.

O Comando da Guarda, ciente da responsabilidade e da necessidade de gerir e balancear os recursos disponíveis, planeia o empenhamento dos efetivos e meios que se considerem necessários e adequados a cada zona da sua área de atuação, de acordo com a monitorização dos vários fenómenos criminais, numa ótica dinâmica e ajustada de patrulhamento, fiscalização e sensibilização, empenhando as várias valências da Guarda de forma a promover a visibilidade em toda a sua área de responsabilidade.

É neste quadro que a Região do Algarve conta com o reforço de meios no âmbito da Operação Verão Seguro, que inclui várias valências da GNR (tais como meios de ordem pública, cinotécnicos, patrulhas a cavalo, patrulhamento moto e ciclo). 

Adicionalmente, importa reconhecer o esforço que tem vindo a ser efetuado com o ingresso de novos Guardas na Guarda Nacional Republicana.

No ano de 2021 foram iniciados 5 cursos de formação de Guardas, para 1400 vagas. Destas vagas, já integram o dispositivo 1044 militares, sendo que os restantes ainda se encontram em formação.

Para o corrente ano estão previstas/autorizadas 1600 vagas, já tendo iniciado dois cursos de formação em abril e junho de 2022.

O Comando da Guarda Nacional Republicana continua atento no sentido de disponibilizar ao dispositivo territorial os recursos para o cumprimento da missão na salvaguarda da segurança dos cidadãos e daqueles que nos visitam.

Categorias:Algarve