Quarteira

QUARTEIRA | Esculturas dão vida ao Calçadão

Inauguraram esta terça-feira, 19 de julho, às 19h00, as três esculturas que vão dar vida ao Calçadão de Quarteira, da autoria de três artistas algarvios: Gustavo de Jesus, Henrique Silva e Élsio Menau.

“OBSERVATÓRIO DE HORIZONTES E LONJURAS” é o nome da obra de Gustavo de Jesus (Tavira, 1958). Graduado em Artes Visuais, pós-graduado em Artes Visuais e Performativas e mestre em Comunicação Cultura e Artes (Estudos da Imagem) pela Universidade do Algarve, este algarvio tem desenvolvido, nos últimos anos, um percurso como artista plástico, em áreas como fotografia, vídeo, escultura, instalação e performance, tanto em projetos coletivos como individuais.

Henrique Silva (Querença, 1949) é o autor de “HORIZONTE SALGADO”. Como habitante do barrocal algarvio, a pedra sempre o fascinou. Dominou a matéria e na pedra se revelou. A sua obra não passa despercebida, principalmente pelo mistério que nela há. Hoje conta com várias exposições coletivas e individuais em Portugal, Finlândia, Espanha e Inglaterra.

A outra obra, “HORIZONTES DE BETÃO”, tem a assinatura de Élsio Menau (Quarteira, 1984), uma das figuras de proa da cultura quarteirense. Concluiu os seus estudos em Artes Visuais pela Universidade do Algarve em 2012, no mesmo ano em que funda a Policromia Associação Cultural. A sua identidade artística surge vinculada ao Graffiti e à Arte contemporânea. Atualmente o seu trabalho é delineado através das técnicas de pintura, pintura mural, escultura, ilustração e instalação, mais recentemente tem-se aventurado pelo mundo das artes dos brinquedos de coleção.

Esta exposição a céu aberto, com base no tema “𝐋𝐢𝐧𝐡𝐚 𝐝𝐨 𝐇𝐨𝐫𝐢𝐳𝐨𝐧𝐭𝐞”, vem dar continuidade ao projeto da Câmara Municipal de Loulé, de valorização de artistas visuais, com a curadoria de Miguel Cheta.

Texto e Fotos: Daniel Pina / Algarve Informativo

Categorias:Quarteira