Lagos

Barão de São João | Todos os caminhos levaram à arte no Walk & Art Fest

Entre 4 e 6 de novembro decorreu o festival de caminhadas do Barlavento Algarvio. Barão de São João (Lagos) voltou a ser o palco do festival que une a arte e as caminhadas. O evento contou com cerca de 750 participantes, que aproveitaram o bom tempo para usufruir de um programa completo com atividades destinadas a toda a família. Caminhadas, passeios temáticos, percursos de BTT, workshops, atividades para crianças, sessões de bem-estar, pintura de mural, visionamento de documentário, concerto e até um sarau de poesia. 

Os cerca de 750 participantes, esgotaram 45 atividades das 85 propostas no programa, registando-se um total de cerca de 1300 inscrições, o que significa que muitos visitantes aproveitaram a diversidade da oferta e inscreveram-se em mais do que uma atividade.

Esta foi a primeira edição pós-pandemia, sem qualquer tipo de restrições sanitárias, onde o convívio entre participantes acabou por ser um dos pontos altos do evento.

Voltou a registar-se um aumento da participação de famílias já que o programa contemplou várias atividades, desde peddy-paper, caça ao tesouro, yoga para crianças, caminhada para pais e filhos, landart, atividades sobre a importância da água, pintura de mural, entre outras.

Este ano o evento contou com participantes de 20 nacionalidades diferentes (Portugal, Alemanha, Irão, Estados Unidos da América, Chéquia, Inglaterra, Irlanda, Países Baixos, Alemanha, Itália, Suécia, Eslováquia, França, Bélgica, Israel, Bulgária, Brasil, Luxemburgo, Espanha e Polónia).

O percurso inaugural da instalação artística decorreu no primeiro dia do festival e contou com a presença do presidente da Região de Turismo do Algarve, João Fernandes. No passeio guiado pelos 16 artistas locais foi possível apreciar as 17 obras concebidas especialmente para o festival e expostas em vários pontos da aldeia e no perímetro florestal de Barão de São João. Houve ainda tempo para a atuação surpresa do coro de Barão de São João, sendo o envolvimento da comunidade criativa local uma das características mais importantes para o sucesso e diferenciação deste evento.

O artista Jorge Pereira continuou a pintura de mural na parede exterior do Centro Cultural que iniciou na edição de 2021, onde os participantes puderam novamente colaborar.

Este ano algumas das caminhadas foram marcadas por intervenções de artistas parceiros que, para além de surpreender os participantes, reforçaram a ligação íntima entre arte e natureza a que este festival procura dar expressão.

O bar do Centro Cultural voltou a ser o ponto de encontro e convívio entre todos os visitantes, que aproveitaram sobretudo a esplanada e o calor do sol, funcionando como um espaço de confraternização e partilha ao longo dos três dias. Voltou também a haver um espaço dedicado para os artesãos locais exporem os seus produtos.

Outra das novidades foi o novo espaço onde decorreram atividades todos os dias, o Barão ConVida, localizado no centro de Barão de São João, o que permitiu a circulação de um maior número de participantes pelas ruas da aldeia.

O festival regressa em 2023, de 3 a 5 de novembro, uma 6ª edição que já está na agenda e no itinerário dos amantes da natureza e da expressão criativa.

Sobre o evento:

A iniciativa integra o calendário do evento Algarve Walking Season (AWS) onde se incluem mais três festivais de caminhadas existentes na região (Walking Festival Ameixial, Festival de Caminhadas de Alcoutim e Festival de Caminhadas de Monchique). O AWS é uma iniciativa coordenada pela Cooperativa QRER – Cooperativa para o Desenvolvimento dos Territórios de Baixa Densidade, apoiada pelo Turismo de Portugal e pela Região de Turismo do Algarve.

Categorias:Lagos