Albufeira

Direções de Finanças de Faro, Albufeira e Olhão afetadas pelo mau tempo

Apesar da realização de obras recentes, a Direção de Finanças de Faro, bem como o edifício anexo (antigo Governo Civil), também ocupado por serviços da Autoridade Tributária e Aduaneira (AT), foram afetados pela intensa chuva que tem assolado o distrito e registam diversos problemas estruturais como inundações e queda de tetos no seu interior (ver fotos em anexo).

A denúncia é do presidente da Direção Distrital de Faro do Sindicato dos Trabalhadores dos Impostos (STI), António Frazão, que sustenta que este é um dos edifícios da AT mais críticos a nível nacional ( em termos de degradação ), que aguarda por novas instalações, prometidas em Janeiro de 2017 pelo Secretário de Estado dos Assuntos Fiscais, mas cujo processo de construção tem sido permanentemente adiado. Supostamente, a intervenção recente deveria ter resolvido as más condições em que se encontra, mas não, o que tem colocado aos trabalhadores inúmeras dificuldades em assegurar as tarefas diárias.

Acresce que também os Serviços de Finanças de Albufeira e de Olhão sofreram com a intensidade da chuva dos últimos dias e no seu interior são visíveis os estragos provocados (fotos em anexo).

Assim, para melhor aferir quais as verdadeiras condições em que os trabalhadores da AT estão a funcionar, António Frazão estará na próxima segunda-feira, 12 de Dezembro, pelas 10 horas, na entrada das instalações da Direção de Finanças de Faro (R. Cmte. Francisco Manuel 3A), onde fará um ponto de situação.

Categorias:Albufeira, Faro, Olhão