Algarve

ALGARVE | AAUAlg+ entrega bolsas de estudo a todos os estudantes que a viram recusada pela Direção Geral do Ensino Superior

A Associação Académica da Universidade do Algarve vai entregar bolsas no valor da propina anual a todos os estudantes que viram como indeferida a sua candidatura à Bolsa da Direção Geral do Ensino Superior. 

A Associação Académica da Universidade do Algarve iniciou o projeto Bolsas AAUAlg+ em 2020, em plena pandemia, com o objetivo de mitigar as desigualdades sociais e garantir que as condições socioeconómicas dos estudantes seriam um fator residual no que diz respeito ao abandono escolar. Liderado pela Raquel Jacob, a Académica mais a sul do país entregou 20 bolsas no valor da propina de licenciatura e mestrado integrado, contemplando uma intervenção social no valor de 13 940 €. 

Após não ter sido dada continuidade em 2021, em 2022 o projeto que tem como objetivo garantir a atribuição da bolsa a quem viu a sua candidatura à Direção Geral do Ensino Superior como indeferida, foi reativado e ajustado contemplando um novo parâmetro de expansão do valor a ser atribuído. As Bolsas AAUAlg+ foram apresentadas aos 16 municípios algarvios, com o objetivo de aproximar a região aos estudantes, com o seu investimento na formação daqueles que poderão vir a ser os seus quadros qualificados, classificados como principais motores de desenvolvimento do Algarve nos próximos anos.  

Um projeto social que apresenta uma estratégia também direcionada para a fixação de jovens na região, foi apresentada em sede de AMAL junto do secretariado em março de 2022. Contudo, nunca houve a oportunidade da apresentação junto do Conselho Intermunicipal do Algarve, mesmo após várias tentativas por parte da Associação Académica da Universidade do Algarve. A estrutura que representa os já mais de 10 000 estudantes da região, procuraram ainda assim reunir com os municípios individualmente, deixando a nota que o único município a integrar o plano de investimento estudantil foi o de Castro Marim, garantindo o pagamento de duas bolsas de estudo. 

Proveniente dos resultados financeiros positivos nos principais eventos académicos do Algarve, como é caso a Semana Académica e a Receção ao Caloiro, a AAUAlg garantiu que todos os estudantes que viram o seu processo na DGES como indeferido irão receber a respetiva bolsa correspondente ao ano letivo 2022/2023.  

Ao todo, a AAUAlg irá atribuir 32 bolsas de 697€, deixando a ressalva que 30 das mesmas serão financiadas pela estrutura estudantil, realizando um investimento no valor de 20 910€. 

Através do Protocolo celebrado com a Universidade do Algarve e com os Serviços de Ação Social da Universidade do Algarve a AAUAlg liquidará, junto dos Serviços Académicos, o valor da propina total dos 32 estudantes. 

No início de 2023, com data e local a anunciar brevemente, a AAUAlg irá realizar uma sessão solene que marcará de forma simbólica a execução do projeto e os traços estratégicos para o futuro da intervenção social da AAUAlg e do Algarve no processo de formação dos jovens e na fixação dos mesmos na região.

Categorias:Algarve