Castro Marim

133.º Aniversário da Associação Humanitária dos Bombeiros Voluntários de VRSA e Castro Marim 

A Associação Humanitária dos @Bombeiros Voluntários de Vila Real de Santo António e Castro Marim celebrou hoje o seu 133.º Aniversário, numa cerimónia marcada pela assinatura do Protocolo Intermunicipal entre esta Associação e os municípios de VRSA e Castro Marim, que permite a sustentação financeira e operacional da estrutura no âmbito da proteção civil e socorro e que se traduz também na oficialização de Castro Marim no nome dos Bombeiros.

Entre as muitas entidades locais e regionais presentes, na mesa destas celebrações estiveram o Presidente da Associação Humanitária dos Bombeiros Voluntários de Vila Real de St. António e Castro Marim, Francisco Galveias, a Presidente da Assembleia Geral da Associação, Isabel Fernandes, o Comandante do Corpo de Bombeiros, Miguel Silva, o Comandante Regional da Emergência e Proteção Civil, Vítor Vaz Pinto, o Comandante Sub-Regional da Emergência e Proteção Civil, Richard Marques, o Presidente da Liga de Bombeiros Portugueses, António Nunes, o vice-presidente da Federação de Bombeiros do Algarve, Mário de Freitas, e os autarcas de Castro Marim e VRSA, Francisco Amaral e Álvaro Araújo.

O presidente do Município de Castro Marim, Francisco Amaral, assegura que, apesar das dificuldades em enquadrar nas contas públicas do município as disponibilidades financeiras para este apoio, “foi possível, em 5 anos, passar de um apoio de 50.000 euros para uma responsabilidade municipal sete vezes superior, cifrando-se hoje em 340.000 euros”, entre o protocolo hoje assinado e os protocolos para o funcionamento de duas equipas de intervenção permanente, aos quais acresce ainda um investimento de cerca de 85.000 euros de apoio à aquisição de Equipamentos Individuais de Proteção.

“Um novo capítulo na longa história da Associação Humanitária, em que queremos estar presentes, não por direito próprio, mas como parceiros de viagem num caminho que se constrói com empenho, dedicação, espírito de missão e sacrifício pessoal”, finalizou o autarca castromarinense num dia em que também se celebrou o reconhecimento do nome de Castro Marim na denominação social da Associação.

Categorias:Castro Marim, VRSA