Loulé

QUARTEIRA | Silva Peneda e Marco António Costa no Fórum Pensar Futuro “Exclusão Social e Desemprego”

Painel de Oradores

Painel de Oradores

O Gabinete de Estudos do PSD/Loulé em colaboração com a candidatura de Hélder Martins à presidência da Câmara Municipal de Loulé realizou no passado dia 01 de março, a 2ª sessão do ciclo de conferências sobre políticas autárquicas “Fórum Pensar Futuro”.

auditorio

Esta 2ª sessão, sobre a temática “Exclusão Social e Desemprego”, decorreu no Centro Autárquico de Quarteira e contou com a participação do Dr. Silva Peneda, Presidente do Conselho Económico e Social, do Dr. Marco António Costa, Secretário de Estado da Solidariedade e da Segurança Social, e do Eng. Jorge Renda, coordenador do Grupo de Trabalho do Gabinete de Estudos do PSD/Loulé que se dedicou à área da intervenção social no concelho de Loulé.

Jorge Renda

Jorge Renda

Para assistir a esta sessão, que durou mais de 3h, o Auditório do Centro Autárquico de Quarteira encheu completamente e os munícipes do concelho tiveram a oportunidade, em primeira mão, de refletir conjuntamente com o PSD, o seu candidato Hélder Martins e o restante painel de oradores, sobre as propostas apresentadas nesta sessão e que estão a ser discutidas no âmbito do grupo de trabalho liderado por Jorge Renda, ele próprio dirigente na área social, na Associação Social e Cultural da Tôr.

Na apresentação do trabalho realizado, o destaque vai para o enfoque dado à “…procura contínua de melhorar as condições necessárias ao funcionamento das IPSS’s do concelho, através, por exemplo, da gestão partilhada de recursos humanos e materiais que potencie o seu trabalho…”, e à necessidade de “…reforçar o papel da ‘família’ enquanto núcleo essencial na sociedade…”.

Silva Peneda

Silva Peneda

A Silva Peneda, presidente do Conselho Económico e Social (CES), coube a 2ª intervenção da noite. Para o antigo ministro do Emprego e da Segurança Social “…não é possível criar emprego em Portugal se a economia não crescer no mínimo 2% ao ano e esse crescimento só é possível com a confiança das pessoas, e os níveis de confiança em Portugal estão baixíssimos.”. Para o antigo governante o problema já não é económico, é político, e apenas com ‘grande politica’ se poderá mudar a situação “…é tempo da grande política, de pensar a longo prazo, com grandes compromissos…”.

“A necessidade de compromisso entre o poder político, o poder sindical/parceiros sociais é essencial e por isso, o poder político, tem de ter a capacidade de se relacionar com os poderes da sociedade…”, defendeu Silva Peneda, para quem o trabalho realizado pelo Gabinete de Estudos do PSD/Loulé traduz um excelente exemplo de como se pode desenvolver “…um verdadeiro diálogo social para o compromisso”.

Marco António Costa

Marco António Costa

A 3ª intervenção da noite foi da responsabilidade de Marco António Costa, atual Secretário de Estado da Solidariedade e da Segurança Social, que se mostrou bastante conhecedor da realidade do concelho e do trabalho desenvolvido pelas instituições sociais que aqui desenvolvem a sua ação, às quais prestou a sua homenagem pública “…pelo trabalho excelente que fazem…”. Aproveitando a oportunidade para apresentar alguns números relativos à segurança social, Marco António relembrou a importância do diálogo para o atual Governo e da existência de “…um acordo de concertação social que nos distingue de muitos outros países”.

Para o antigo vice-presidente da edilidade de Gaia a aposta na reconversão das respostas sociais é essencial, através, por exemplo, “… da aposta em unidades de apoio de proximidade que possam ser mais efetivas na resposta às necessidades das populações”, pelo que, o trabalho do grupo coordenado pelo Eng. Jorge Renda, sinalizava muitas das questões “…para as quais o atual Governo tem vindo a trabalhar no sentido de encontrar soluções para serem implementadas no futuro de forma a potencializar a cobertura e o apoio dado pelas IPSS’s”.

Marco António Costa defendeu ainda a “…aposta na Economia Social como forma de combater a crise…” e revelou a discussão, no parlamento, de uma Lei de Bases para clarificar e regular este 3º setor da economia que gera emprego, como provam os “…155 novos postos de trabalho que irão ser criados brevemente no concelho de Loulé devido aos investimentos previstos pelo Governo, na área da segurança social.”

A finalizar a sua intervenção e aproveitando a presença do presidente da Fundação António Aleixo, Silva Lopes, Marco António assumiu publicamente que ”…as pessoas apoiadas pela Fundação não deixarão de ser apoiadas” pelo que, a existir alguma alteração, será sempre no sentido de “…garantir à Fundação António Aleixo a possibilidade de apoiar ainda mais pessoas…”, garantiu, realçando que o trabalho feito “…é extraordinário e tem de continuar a ser apoiado e acarinhado”.

Depois de um período de perguntas e respostas, coube a Hélder Martins o encerramento da sessão, começando por informar os presentes do intenso trabalho desenvolvido pela comissão política, por si liderada, na procura de respostas para as problemáticas sociais, revelando que, desde há 1 ano, já foram realizadas 15 visitas/reuniões com as IPSS’s do concelho, faltando apenas reunir com 4 das 19 existentes.

Para Hélder Martins as questões sociais não são uma bandeira para acenar em períodos eleitorais, pelo contrário, “…devem ser uma preocupação constante para os governantes e para a sociedade, para as quais devem ser pensadas e criadas respostas sustentadas, com base num verdadeiro trabalho de reflexão que possa servir de base ao seu sucesso”. Esse é o trabalho que o Gabinete de Estudos do PSD/Loulé tem feito desde a sua criação e que agora está a ser “…apresentado neste Fórum, assumindo, de forma sustentada, uma verdadeira base para novos projetos e soluções, vindos de todos os quadrantes políticos e sociais, que contribuem com a sua visão, de forma descomprometida, para construir o melhor projeto de ação para o concelho de Loulé”.

A direção de campanha

Categories: Loulé

Deixe uma resposta

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.