Loulé

Município celebra acordo de intenções de geminação com cidade polaca

Durante três dias uma comitiva de Wieliczka esteve em Loulé, no âmbito do processo de geminação em curso entre Loulé e esta cidade polaca, que teve o ponto alto durante a cerimónia solene do Dia do Município com a celebração de um acordo de intenções de geminação.

A existência de uma Mina de Sal-gema em ambas as cidades é o ponto de partida para esta geminação através da qual se pretende explorar novas e criativas oportunidades para promover o comércio e o turismo entre as duas cidades e identificar e implementar projetos que forneçam contribuições específicas, significativas para a saúde e para o bem-estar dos habitantes de Loulé e de Wieliczka.

Faz ainda parte deste acordo delinear e implementar o intercâmbio cultural e educacional entre as duas cidades, incluindo, mas não limitado apenas a alunos e professores, através de seminários e quaisquer outros tipos de intercâmbios que promovam a compreensão mútua e a comunicação entre os dois países e cidades e estabelecer a comunicação entre os munícipes das duas cidades numa base frequente, contínua e sempre sensível às suas necessidades especiais e interesses.

Com vista ao processo de geminação é estabelecido um programa de ação que se consubstancia na criação de duas equipas de trabalho designadas por Comités Cidade-Irmã. Os dois Comités irão desenvolver e executar um programa de ação com base em serviços e atividades no sentido de implementar as metas e objetivos do programa das cidades geminadas. Essas metas do programa incluem a criação de amizades interpessoais, a promoção das relações internacionais, a troca de ideias e informações, a promoção de atividades comerciais e o estabelecimento de um relacionamento de sã convivência entre as duas comunidades.

De entre as iniciativas previstas, destaca-se: a representação das cidades de Loulé e Wieliczka, respetivamente, em eventos e celebrações públicas na cidade geminada, tais como festivais, feiras ou exposições e em cerimónias públicas oficiais; a troca de experiências com os munícipes da cidade geminada a fim de promover as diferentes disciplinas humanas, tais como a arte, a educação, o desporto, a cultura, assim como missões comerciais recíprocas e projetos de natureza turística; a construção de conhecimento para uma melhor compreensão das cidades geminadas através de exposições (por exemplo, a exposição de livros, de fotografias, de objetos de arte, ou a exibição de filmes), espetáculos ou palestras, ou outro tipo de comunicações; o incentivo aos contactos interpessoais, promovendo o “pen pal” (amigo-correspondente), programas de intercâmbio de estudantes e professores; correspondência entre moradores das respetivas cidades; programas de hospitalidade em casa para os visitantes da cidade geminada; intercâmbios entre as entidades associativas comerciais e organizações comunitárias com os seus homólogos nas duas cidades; o incentivo à partilha de conhecimentos coordenando o intercâmbio e a divulgação de informações de negócios, estabelecendo também vínculos educacionais, mantendo e reforçando os laços culturais e étnicos e cooperando em questões de interesse mútuo ou global; ou a criação de programas de promoção com vista a melhorar as relações internacionais, com ênfase na cidade geminada.

Refira-se que a delegação polaca, constituída por Lukasz Sadkiewicz, vice-presidente da Câmara Municipal de Wieliczka, Tadeusz Luraniec, presidente da Assembleia Municipal, Magdalena Golonka, diretora do Departamento de Cultura, Turismo e Desporto da Câmara Municipal de Wieliczka, acompanhados pelo Embaixador da Polónia, Bronislaw Misztal, pelo Cônsul Honorário da Polónia, Elidérico Viegas, e pelo presidente do Grupo Parlamentar de Amizade Portugal-Polónia, Mendes Bota, visitaram vários pontos do Concelho, nomeadamente a Minal de Sal-gema de Loulé. Participaram ainda numa reunião de trabalho, no Centro Autárquico de Quarteira, onde estiveram presentes diversas entidades ligadas ao Concelho, e onde foram discutidas as áreas temáticas de potencial desenvolvimento na relação entre os municípios de Loulé e Wieliczka, bem como partilha de informações sobre a organização e a Acão autárquica dos dois países.

Wieliczka e a Mina de Sal

Localizada na área metropolitana de Cracóvia, na parte Centro-Sul da Polónia, Wieliczka foi fundada em 1290. Sob a cidade fica a Mina de Sal de Wieliczka, uma das mais antigas deste tipo no mundo, ainda em funcionamento, sendo o único edifício de mineração do mundo que tem estado permanente ativo desde a Idade Média.

A Mina é famosa por ter uma longa tradição de visitas turísticas. Foi visitada por diversas figuras culturais proeminentes, tais como Nicolau CopérnicoGoethe, Alexander von HumboldtDmitri MendeleevRobert Baden-Powell, Karol Wojtyła (mais tarde Papa João Paulo II), Bill Clinton, assim como por inúmeras pessoas anónimas.

Durante a Segunda Guerra Mundial, as minas de sal foram ocupadas pelos alemães, como armazém para fábricas de produtos militares. Em 1978, a Mina de Sal de Wieliczka passou a figurar na lista do Património da Humanidade da UNESCO. Em 1994, a cidade foi classificada como Monumento Histórico.

Para a classificação de Património Cultural da Humanidade da Mina, muito contribuiu a Capela de Santa Cunegunda, onde é possível encontrar diversas esculturas feitas em sal, entre as quais se destaca uma estátua do Papa João Paulo II. Nas visitas guiadas, é possível contemplar diversas capelas mais pequenas, assim como estátuas nos corredores, sendo a que retrata Nicolau Copérnico uma das mais populares. As minas são visitadas anualmente por mais de um milhão de turistas.

A muitos metros de profundidade, as minas oferecem uma loja de recordações, onde é possível adquirir pequenas esculturas feitas em sal. Nas suas galerias subterrâneas, realizam-se também diversos eventos sociais, tais como banquetes, concertos e provas desportivas. Existe ainda um sanatório, onde pessoas com problemas alérgicos ou respiratórios podem desfrutar dos benefícios de uma temporada subterrânea.

Ao longo dos séculos tornou-se um pilar para a riqueza do país, sendo a fundação cultural mais procurada por turistas polacos na atualidade.

Com um rico património histórico, curiosamente e tal como Loulé, a cidade de Wieliczka integra duas igrejas dedicadas a S. Clemente (com origem que remonta a 1381) e S. Sebastião (construída em 1582).

CM-Loulé

Categories: Loulé

Deixe uma resposta

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.