Albufeira

Albufeira mantém grandes eventos mas com novo formato

A Câmara de Albufeira, que se destacou nos últimos anos pela organização de grandes eventos, sobretudo na passagem de ano e durante o verão, promete “não abrandar” na realização de espectáculos, embora com investimentos mais reduzidos.

Albufeira

Albufeira

O presidente da Câmara de Albufeira disse que a autarquia não vai abandonar os grandes eventos mas admitiu que haverá um novo formato, mais contido financeiramente e com maior aposta em artistas nacionais.

“Os grandes eventos vão continuar, mas não nos mesmos moldes e com racionalidade económica”, afirmou Carlos Silva e Sousa (PSD), eleito nas últimas eleições autárquicas, sem especificar os montantes envolvidos.

Para o novo autarca, Albufeira “continua a ser a marca dominante do Algarve” e negou que o destino tenha perdido protagonismo a nível regional.

Na noite de fim de ano está prevista a realização do habitual concerto na praia dos Pescadores, este ano com o cantor português de “reggae” Richie Campbell, estando ainda no programa de animação da cidade o lançamento de fogo de artifício e a realização do desfile “star parade”.

Albufeira é uma das zonas algarvias mais procuradas pelos turistas, sobretudo durante o verão, quando a população praticamente triplica, mas é também onde o impacto da sazonalidade é maior, o que se reflecte nos índices de desemprego, que são dos mais elevados na região.

Contudo, segundo o presidente da autarquia, o combate à sazonalidade não pode ser feito apenas pela Câmara, entidades de turismo ou Governo, sendo necessária a mobilização de todos os agentes económicos para fortalecer o turismo, fonte de criação de riqueza e de emprego.

“É preciso apostar no empreendedorismo, ajudar a criar caminhos novos, de diversificação da actividade económica, em áreas, por exemplo, como a ciência e a inovação, em colaboração com as escolas, universidades e agentes económicos”, defendeu.

A área social também é uma das preocupações do autarca, que admite haver “situações dramáticas” no concelho, sobretudo no universo dos desempregados e da população idosa.

Fonte: Lusa/ SOL

Categories: Albufeira

Deixe uma resposta

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.