Loulé

Loulé é o Município Algarvio do Ano

O projeto “Loulé Criativo” valeu a Loulé o galardão de Município do Ano da região algarvia, prémio atribuído pela Universidade do Minho, através da sua plataforma UM-Cidades, numa cerimónia realizada no Forte do Beliche, em Sagres, na passada sexta-feira.

Com o objetivo de reconhecer e premiar as boas práticas em projetos implementados pelos municípios com impactos assinaláveis no território, na economia e na sociedade, que promovam o crescimento, a inclusão e/ou a sustentabilidade, esta iniciativa premiou 9 municípios, um por cada região de Norte a Sul do país. A nível nacional o grande vencedor foi o Município do Fundão.

A decisão final coube a um júri nacional constituído por nove personalidades independentes e provenientes de áreas diversas nomeadamente por Paulo J. S. Cruz, presidente do júri e professor da Universidade do Minho; Adelino Soares, presidente da Câmara Municipal de Vila do Bispo; Catarina Selada, diretora da Unidade de Cidades da Inteli e coordenadora da plataforma Smart Cities Portugal; David Pontes, jornalista, subdiretor do Jornal de Notícias; José Rio Fernandes, professor da Universidade do Porto; João Guerreiro, professor e ex-Reitor da Universidade do Algarve; Teresa Heitor, professora do Instituto Superior Técnico; Tomaz Dentinho, professor Universidade dos Açores e presidente APDR; e Vítor Cavaleiro, professor e ex-Vice-Reitor da Universidade da Beira Interior.

O projeto “Loulé Criativo” começa, assim, a dar frutos e a ser reconhecido como um exemplo de boas-práticas a nível nacional. Trata-se de uma aposta na valorização da identidade do território do Concelho de Loulé, tendo como força motriz a criatividade e a inovação. Apoia a formação e atividade de artesãos e profissionais do sector criativo, contribuindo para a revitalização das artes tradicionais e para a dinamização de novas abordagens ao património imaterial. Uma das vertentes desta iniciativa é o Turismo Criativo, uma nova geração de turismo que está a crescer pelo mundo inteiro, sendo que Loulé é a primeira cidade portuguesa a aderir à Rede Internacional de Turismo Criativo.

Em Loulé, as diversas manifestações do seu riquíssimo Património Cultural, assim como expressões artísticas mais contemporâneas são matéria experiencial e criativa ímpar. O Município de Loulé quer oferecer aos viajantes a possibilidade de fazer uma imersão na Cultura do concelho, proporcionando-lhes vivências únicas, por meio de experiências e de aprendizagens.

O programa é diversificado, com workshops, cursos de curta duração, fins-de-semana temáticos e outras atividades. Abrange a arte, o artesanato, a gastronomia, o património e o desporto. Cria-se, assim, o ambiente perfeito para que o visitante se integre no espírito do lugar, conheça as suas gentes e desenvolva aprendizagens pessoais enriquecedoras.

Esta é uma oportunidade para surgirem novas atividades e novos empreendedores que incorporem a cadeia económica do turismo, que contribuam para manter e inovar as tradições, festejar a identidade e criar um ecossistema favorável à criatividade.

Categories: Loulé