Quarteira

CNE Algarve comemorou Dia do Lobito em Quarteira

A Junta Regional do Algarve do Corpo Nacional de Escutas (CNE), através da sua I Secção e em colaboração com o Agrupamento 1052 de Quarteira, promoveu este fim de semana, dias 7 e 8 de outubro, o Dia do Lobito (escutas entre os 6 e os 9 anos de idade), Os Lobitos da Região do Algarve, pertencentes ao Corpo Nacional de Escutas (CNE), comemorando o seu patrono São Francisco de Assis.

Orientados por 78 dirigentes de todo Algarve e por 13 Caminheiros (escuteiros dos 18 aos 22 anos) e Pioneiros (escuteiros dos 14 aos 18 anos) dos agrupamentos 1174 de Boliqueime, 290 de Loulé e 1324 da Sé de Faro, os pequenos escuteiros iniciaram a celebração do Dia do Lobito no sábado de manhã com a montagem do campo na mata da Praia do Almargem, após o acolhimento.

A iniciativa decorreu com inúmeras atividades no Passeio das Dunas, no sábado e na Praia do Almargem, no domingo e contou com a presença do presidente da Junta de Freguesia de Quarteira, Telmo Pinto.

Os Lobitos de todo o Algarve foram divididos pelos grupos Linguado; Faneca; Xarroco; Sardinha; Carapau; Sargo; Robalo; Dourada, com a participação em diversos ateliers, a saber:

– S. Francisco multiplica os peixes;

– S. Francisco aprende com os lobitos;

– S. Francisco conhece vários peixes;

– S. Francisco encontra N.ª Sr.ª da Conceição;

– S. Francisco ensina uma canção;

– S. Francisco maravilha-se com o mar;

– S. Francisco vai à pesca (com a participação de um pescador de Quarteira);

– S. Francisco conta uma história.

Depois do regresso ao campo e do jantar, realizou-se o tradicional Fogo de Conselho, que incluiu a animação com um palhaço e vários Pioneiros e Caminheiros vestidos de peixe.

No domingo de manhã, após a alvorada, a oração da manhã, o pequeno-almoço e a desmontagem do campo, os jogos previstos para a praia realizaram-se no local do acampamento devido ao intenso ao calor que se fazia sentir.

Depois do almoço, foi celebrada a eucaristia campal, presidida pelo assistente regional-adjunto do CNE, padre Nuno Coelho.

A atividade, realizada em colaboração com o Agrupamento 1052 de Quarteira e com o apoio da Câmara Municipal de Loulé, da Junta de Freguesia de Quarteira e dos Bombeiros Municipais, terminou após a eucaristia com a entrega dos diplomas de participação pelo chefe regional do CNE, José Cercas Vicente.

I Secção do Corpo Nacional de Escutas:

– os elementos são denominados Lobitos;

– os Lobitos estão divididos em Bandos de 4 a 7 elementos;

– denomina-se Alcateia a Unidade formada pelos Bandos de Lobitos;

– cada Alcateia tem de dois a cinco Bandos;

– cada um dos Bandos designa-se e distingue-se por uma das seguintes cores, escolhida pelos respetivos Lobitos e que figura no distintivo de cada Lobito e na bandeirola de Bando: branco, cinzento, preto, castanho e ruivo (porque o pelo dos lobos pode ter estas cores);

– o patrono da I Secção é São Francisco de Assis;

– a cor representativa desta secção é o Amarelo;

Os Lobitos são ajudados por alguns chefes (chamados Bichos da Selva ou Velhos Lobos).

Cada Bando tem um cantinho só para si no Covil (a sala de reunião da Alcateia) e tem um Guia e um Subguia que dirigem os outros elementos. Mas nenhum Lobito fica sem fazer nada. Cada Lobito deve também ter uma tarefa ou um cargo.

Por: Jorge Matos Dias / PlanetAlgarve

Categorias:Quarteira