AGENDA

História do Cerco de Lisboa no Teatro Lethes | de 7 a 12 de Novembro

“A História do Cerco de Lisboa” vai estar em cena no palco do Teatro Lethes, de 7 a 12 de Novembro.

Cerco de Lisboa

A ACTA – A Companhia de Teatro do Algarve em co-produção com a Companhia de Teatro de Almada, Companhia de Teatro de Braga e Teatro dos Aloés com encenação de Ignacio GARCÍA e Dramaturgia de José Gabriel ANTUÑANO.

História do Cerco de Lisboa é uma adaptação do romance homónimo de José Saramago.

No ponto de partida desta história encontra-se um acto de rebeldia criativa: o revisor Raimundo Silva escreve um “não” nas provas de um livro de História onde se afirmava que em 1147 os cruzados tinham ajudado os portugueses na conquista de Lisboa aos mouros.

O transtorno causado na editora por este acto “inexplicável” serve de pretexto para que a gestora Maria Sara lance um desafio ao revisor: a escrita de um romance no qual a ficção se imponha à verdade histórica, isto é, no qual D. Afonso Henriques conquiste Lisboa sem a ajuda dos cruzados.

Informações úteis:

TER. A QUI. 15h00 / SEX. E SÁB. 21h30 / DOM. 16h00

BILHETES: €12 (<30; >65 – €9.50)

DURAÇÃO: 90m

Classificação etária: M/14

Ficha Artística

Intérpretes: Ana Bustorff, Elsa Va lentim, João Fa rraia, Jorge Silva, José Peixoto, Luís Vicente, Pedro Walter, Rui Ma deira e Tânia Silva CENOGR AFI A José Ma nuel Casta nheira assistido por Pedro Silva e pelos estagiários Filipe Fernandes, Francisca Castro, Inês Carrillo, Maria Luís e Sofia Lacerda MÚSICA Ignacio García Figurinos Ana Paula Rocha Luz Guilherme Frazão Som Miguel Laureano

Sobre:

José Saramago (1922-2010) foi autor de obras como Levantado do chão (1980), Memorial do Convento (1982), História do Cerco de Lisboa (1989), Ensaio sobre a cegueira (1995) e A viagem do elefante (2008). Foi distinguido com o Prémio Nobel da Literatura em 1998.

Antes de se dedicar exclusivamente à escrita, em 1976, foi serralheiro mecânico, desenhador, funcionário público nas áreas da Saúde e da Previdência Social, tradutor, editor e jornalista.

Destaca-se, em particular, a sua colaboração com a revista Seara Nova (como crítico literário), com o jornal Diário de Lisboa (como comentador político e coordenador do respectivo suplemento cultural) e com o Diário de Notícias (onde exerceu as funções de director-adjunto). José Saramago pertenceu também à primeira direcção da Associação Portuguesa de Escritores e presidiu à Assembleia-Geral da Sociedade Portuguesa de Autores entre 1985 e 1994.

Ignacio GarcÍa é licenciado em Encenação pela Real Escuela Superior de Arte Dramático de Madrid. Foi distinguido com o Prémio Jovens Encenadores, atribuído pela Associação de Encenadores de Espanha, e no certame de criação cénica organizado pelo Teatro Real de Madrid. Actualmente é programador do Festival Dramafest de Dramaturgia Contemporânea na Cidade do México. Foi ainda adjunto da direcção artística do Teatro Español de Madrid. Já dirigiu espectáculos no Teatro María Guerrero, no Teatro Español de Madrid, no Teatro Lope de Vega de Sevilha, na Companhia Nacional de Teatro Clássico, no Centro Dramático Nacional, na Companhia Nacional de Teatro do México e em vários festivais internacionais.

Categorias:AGENDA, Faro