Loulé

Câmara Municipal de Loulé expressa o seu repúdio face ao abate de árvores nos terrenos do Ancão

Em resposta e esclarecimento às notícias que têm vindo a público na comunicação social e nas redes sociais, relativamente ao atentado ambiental de corte massivo de árvores nos terrenos adjacentes à Praia do Ancão, cumpre esclarecer que:

  1. O corte massivo de árvores denunciado não foi realizado ao abrigo de qualquer operação urbanística, sujeita a controle prévio da Câmara Municipal de Loulé. Mais se esclarece que sobre o terreno em referência não está, neste momento, nem esteve num passado recente, em apreciação nesta edilidade qualquer pedido de licenciamento de qualquer operação urbanística.
  2. O abate massivo de árvores já foi devidamente sinalizado junto do ICNF- Instituto de Conservação da Natureza e das Florestas, entidade com as competências fiscalizadoras nesta matéria, para atuação em conformidade.
  3. Não obstante, a Câmara Municipal considera que a intervenção levada a cabo de corte massivo e indiscriminado de inúmeros pinheiros e outras árvores saudáveis de grande porte, a coberto de “trabalhos de limpeza”, configura um verdadeiro atentado ambiental que não pode passar impune.
  4. Independentemente das medidas que venham a ser determinadas pelo ICNF, a Câmara Municipal de Loulé irá contactar o proprietário exigindo, como medida mitigadora, a imediata replantação de espécimes de porte idêntico, em todas as áreas afetadas pela intervenção.

Saiba mais detalhes adiantados pelo PlanetAlgarve AQUI.

Categories: Loulé