Quarteira

QUARTEIRA | Comemorações do 36.º Aniversário do Lar da Sagrada Família

«Os justos, porém, florescerão como palmeiras e crescerão como os cedros do Líbano. Pois estão plantados na casa do Senhor; florescerão nos pátios de nosso Deus. Mesmo na velhice produzirão frutos; continuarão verdejantes e cheios de vida» (Salmo 92: 12-14)

O Lar da Sagrada Família foi a primeira resposta social do Centro Paroquial de Quarteira a ser constituída, tendo sido inaugurado e benzido no dia 18 de outubro de 1985, por Sua Exa. Revma. D. Ernesto Gonçalves Costa, Bispo do Algarve, sendo Pároco, o Sr. Padre Elísio Dias.

Sob a visão “Por uma comunidade mais harmoniosa e feliz” é missão do Centro a revitalização do Tecido Social da Paróquia de Quarteira, respondendo às necessidades, interesses e expetativas dos indivíduos e das famílias, independentemente das suas origens, crenças, religiões e ideologias políticas, através da prestação de serviços de qualidade. O Centro rege-se por princípios de serviço, dedicação e valorização do ser humano, observando os seguintes valores: Caridade, Verdade, Justiça, Responsabilidade, Competência, Confidencialidade e Transparência.

Assim, em 18 de outubro de 2021, comemorou os seus 36 anos de existência, em prol dos mais idosos, que necessitam de cuidados e serviços individualizados, não podendo permanecer nas suas habitações.

Neste âmbito, observando o cumprimento das medidas de saúde e segurança estabelecida no Plano de Contingência Covid-19, o aniversário foi celebrado “entre portas”. O dia iniciou-se com a celebração de uma missa com intenção de graças e bênção solene do Lar e de todos quantos nele habitam, pelo Sr. Padre Joaquim Campôa, pároco da Paróquia e Presidente da Instituição. Após o almoço, todos os utentes e funcionários presentes entoaram os “Parabéns a você”, seguindo de uma fatia do delicioso bolo de aniversário.

Na parte da tarde, os idosos interpretaram a música “Aprender a ser feliz”, na versão da banda Pólo Norte, ensaiada pelas amimadoras Vanessa e Mavilde, neste dia acompanhados à guitarra e voz pela Diretora Técnica, Lígia Pereira. Seguiram-se outros cantares populares, numa sessão a que podemos chamar “Discos Pedidos”. A tarde ficou especialmente marcada pelo testemunho de cada utente que, ao som de um fundo musical, proferiu o que é para si ser feliz: “Ter saúde”; “Estar vivo”; “Ter a família presente na minha vida”; “Ver a minha família e as outras pessoas felizes”, foram as expressões mais utilizadas. Outros expressaram a sua visão de felicidade com sorrisos e gestos de alegria. Tornou-se uma tarde agradável para todos, que esperemos se possa repetir por muitos e bons anos.

Texto: Ana F. Pinheiro

Fotografia: Lígia P. de Carvalho e Vanessa Graça

Categories: Quarteira