Ocorrências

QUARTEIRA | Jogador de futsal Silves Rocha morre esfaqueado

Silves Rocha

Silves Rocha, 24 anos, jogador de futsal do Clube Desportivo Checul Quarteira, foi esfaqueado por volta das 16h00 desta quarta-feira, 16 de fevereiro, junto ao terminal rodoviário de Quarteira. Embora tenham sido realizadas manobras de reanimação, a vítima não resistiu aos ferimentos.

Silves Rocha morreu esta quarta-feira na via pública em Quarteira, depois de ter sido agredido com uma arma branca, encontrando-se o agressor em fuga, disse à Lusa fonte da GNR.

De acordo com a mesma fonte, Silves Rocha “terá sido esfaqueado” por volta das 16h00, em frente ao Terminal Rodoviário.

“A vítima ainda foi assistida pelos profissionais do INEM mas, embora tenham sido realizadas manobras de reanimação, não resistiu aos ferimentos”, referiu.

Na sua página de Facebook do seu amigo Raimundo Picasso, pode ler-se: “Ele foi um herói. Morreu ao salvar um idoso de um assalto por 4 brasileiros. Lutou com um mas depois outro lhe deu 2 facadas, uma no coração e outra no pescoço”.

Por outro lado, o jornal Portugal Resident refere que “o ataque teria ocorrido pouco depois das 16h, enquanto Sílvio caminhava para o treino de futsal. De acordo com testemunhas, os dois homens discutiam na via pública. Após os primeiros ataques à facada, Sílvio teria tentado fugir mas foi perseguido pelo homem e esfaqueado novamente. Ele caiu na calçada da avenida Dr. Francisco Sá Carneiro, no centro de Quarteira, enquanto o agressor fugia. Alguns moradores tentaram ajudá-lo até que os serviços de emergência da INEM chegaram, mas seus ferimentos eram muito graves e a sua morte foi declarada pouco depois”.

Já de acordo com o Jornal de Notícias, a polícia de PJ acredita que o ataque pode ter sido um “acerto de contas”. O jornal acrescenta que a vítima também foi ‘sinalizada’ pela polícia da GNR por roubos.

A avenida esteve cortada até às 19h30m, quando o corpo foi retirado do local e levado para o Instituto de Medicina Legal de Faro.

A investigação ao caso passou para a competência da Polícia Judiciária.

Fotos da ocorrência: Céu Teixeira Jorge Junior na sua página de Facebook.

Categorias:Ocorrências

1 reply »